Flamengo bicampeão e Negueba melhor jogador; relembre o título da Copa São Paulo de 2011

A Copa São Paulo de Futebol Júnior, também conhecida como Copinha, é a maior competição de futebol masculino de base no Brasil

Organizada atualmente pela Federação Paulista de Futebol (FPF), a Copinha é disputada desde 1969, acontecendo quase sempre no início do ano, de modo que a final seja disputada em 25 de janeiro (dia do aniversário da cidade de São Paulo).

Entretanto, neste ano, por conta da pandemia, a FPF considerou que não existem condições sanitárias para a realização de um evento do porte da Copa São Paulo, com atletas de todos os estados do país.

Assim, o Flamengo, um dos clubes mais vencedores, não terá chances de conquistar o pentacampeonato. Além do Rubro-Negro, com quatro troféus, o São Paulo (4), o Internacional (5), o Fluminense (5) e Corinthians (10), são os maiores ganhadores da Copinha.

Então, o MRN relembra esta semana todos os títulos do Flamengo na competição. O primeiro troféu foi conquistado em 1990, com o melhor time da história da Copinha. Vale destacar que o Mais Querido possui o melhor aproveitamento em finais, vencendo portanto as quatro decisões que disputou (1990, 2011, 2016 e 2018).

Copinha – 2011

É compreensível que os times paulistas sejam dominantes da Copinha desde o início. Contudo, em algumas edições, os times de São Paulo não fizeram valer sua força como local e acabaram fora da disputa pelo título.

O bicampeonato do Flamengo foi justamente em uma dessas oportunidades. Em 2011, o Rubro-Negro foi à final e disputou o título contra o Bahia, no dia 25 de janeiro, no Pacaembu.

Apesar de se classificar em segundo no grupo K, com duas vitórias e um empate, o time carioca cresceu bastante no decorrer. A segunda fase começou com a vitória sobre o Cruzeiro nos pênaltis, após empate por 2 a 2. Em seguida, venceu o São Paulo, por 1 a 0, o Coritiba, por 6 a 2, e chegou à final ao bater o Desportivo Brasil nos pênaltis, após empate sem gols.

Na decisão, o Flamengo abriu o placar e sofreu a igualdade ainda no primeiro tempo. Com um jogador a menos na segunda metade da partida, o Tricolor de Aço não suportou a pressão e levou o segundo gol, em pênalti convertido por Negueba. Assim, o bicampeonato rubro-negro veio de maneira invicta, impedindo a conquista inédita dos baianos.

Um dos titulares daquela conquista, o goleiro César é o único que está atualmente no clube. O jogador chegou a ser utilizado por Rogério Ceni em algumas partidas, mas sem sucesso, voltou a figurar entre os reservas.

Outros jogadores como Mattheus, Negueba – melhor jogador do campeonato -, Muralha, Adryan, Rafinha, Frauches e Tomás, tiveram ainda momentos com a camisa profissional do Flamengo. No entanto, os mesmos não tiveram o brilho esperado pela torcida e, dessa maneira, as promessas tornaram-se apenas jovens com poucas participações na sequência pelo clube.

1ª fase

  • Flamengo 0 x 0 Mogi Mirim-SP 
  • Gurupi-TO 1 x 7 Flamengo  
  • São José-SP 0 x 3 Flamengo 

2ª fase  

  • Cruzeiro-MG (3) 2 x 2 (5) Flamengo

Oitavas de final

  • São Paulo 0 x 1 Flamengo

Quartas de final

  • Coritiba-PR 2 x 6 Flamengo

Semifinal 

  • Deportivo Brasil-SP (0) 0 x 0 (3) Flamengo

Final da Copinha

  • Flamengo 2 x 1 Bahia-BA 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs