Compartilhar:

Twitter: @Yago_Martins23

Elenco de Jorge Jesus entra para a história do Flamengo com mais uma conquista

O mês de fevereiro começou com tudo para os torcedores do Flamengo. Na manhã deste domingo (16), o rubro-negro venceu o Athletico-PR por 3 a 0 com gols de Bruno Henrique, Gabigol e Arrascaeta e faturou o título de campeão da Supercopa do Brasil, em Brasília.

Este é o décimo segundo troféu nacional da história do clube da Gávea. Em seu país, o Flamengo já foi sete vezes campeão do Brasileirão, três vezes da Copa do Brasil e uma vez “Copa dos Campeões” em 2001.

LEIA: Água do Mané Garrincha passou por análise antes da partida

SEJA SÓCIO TORCEDOR

LISTA COMPLETA DOS TÍTULOS

Campeonato Brasileiro: 1980, 1982, 1983, 1987, 1992, 2009 e 2019.

Copa do Brasil: 1990, 2006 e 2013.

Supercopa do Brasil: 2020

Copa dos Campeões: 2001

Com a nova taça, o rubro-negro se torna o segundo maior campeão da história do Brasil, perdendo apenas para o Palmeiras, com quatorze.

TOP 10 DE CAMPEÕES NACIONAIS

1 – Palmeiras: 14 títulos
Campeonato Brasileiro: 10
Copa do Brasil: 3
Copa dos Campeões: 1

2 – Flamengo: 12 títulos
Campeonato Brasileiro: 7
Copa do Brasil: 3
Copa dos Campeões: 1
Supercopa do Brasil: 1

3 – Corinthians: 11 títulos
Campeonato Brasileiro: 7
Copa do Brasil: 3
Supercopa do Brasil: 1

4 – Santos: 9 títulos
Campeonato Brasileiro: 8
Copa do Brasil: 1

5 – Cruzeiro: 9 títulos
Campeonato Brasileiro: 4
Copa do Brasil: 5

6 – Grêmio: 8 títulos
Campeonato Brasileiro: 2
Copa do Brasil: 5
Supercopa do Brasil: 1

7 – São Paulo: 6 títulos
Campeonato Brasileiro: 6

8 – Fluminense: 5 títulos
Campeonato Brasileiro: 4
Copa do Brasil: 1

9 – Vasco: 5 títulos
Campeonato Brasileiro: 4
Copa do Brasil: 1

10 – Internacional: 4 títulos
Campeonato Brasileiro: 3
Copa do Brasil: 1

Nesta temporada, o Flamengo terá a oportunidade de empatar com o Palmeiras, caso conquiste a Copa do Brasil e o Brasileirão.

O JOGO

Jorge Jesus mandou a campo a seguinte equipe: Diego Alves, Rafinha, Gustavo Henrique, Rodrigo Caio, Filipe Luís (Renê), Arão, Gerson, Everton Ribeiro (Diego), Arrascaeta (Michael), Bruno Henrique e Gabigol.

No primeiro tempo, Bruno Henrique (aos 14) de cabeça, e Gabigol (aos 28), aproveitando grande vacilo de Márcio Azevedo, marcaram para o Mais Querido. O Fla continua em cima, sem dar chance ao clube paranaense, que só assustou com o volante Erick, desperdiçando oportunidade, livre entre os zagueiros.

Na segunda etapa, Dorival Júnior fez duas alterações, mas o Flamengo continuou controlando a partida, e “matou” aos 23. Bruno Henrique é lançado na esquerda, dispara na velocidade, invade a área e tenta o toque para Gabigol. Santos desvia, a bola sobra para Arrascaeta, livre, só mandar para o gol vazio. 3 a 0, e o título estava consumado.

Crédito de imagem destacada: Divulgação/Flamengo

Compartilhar: