Compartilhar:

Marca portuguesa rompeu o contrato de patrocínio com Flamengo, Vasco, Botafogo, Fluminense e Maracanã, pela suspensão do futebol causado pelo coronavírus

Durante a semana, a marca Azeite Royal que patrocinava Flamengo, Fluminense, Vasco, Botafogo e Maracanã, comunicou a todos a rescisão de contrato. O motivo do rompimento foi pela pandemia de coronavírus, que suspendeu as atividades futebolísticas no Brasil por tempo indeterminado.

Eduardo Giraldes, dono da empresa, explicou a ação: ”Tomamos a decisão de rescindir com todos os clubes e também com o Maracanã até por tudo que estamos passando. Fizemos uma reunião de conselho e com o marketing. Os campeonatos estão parados e não temos porque manter esse investimento. Vamos focar nesta crise mundial com os supermercados, que são os que precisam desse tipo de ação. No momento, a prioridade é outra. A crise é para todos. Depois, sentamos e conversamos para um novo contrato”.

A atitude não agradou ao Flamengo. Para a direção do rubro-negro, não há motivos para que o vínculo seja encerrado. Segundo o Jornal O Globo, o clube promete acionar na Justiça o Azeite Royal por causa da rescisão unilateral do contrato de patrocínio. O Mais Querido estipula cobrar R$ 1,2 milhão de indenização pelo rompimento do compromisso que iria até o fim do ano. O documento previa R$ 3 milhões por temporada ao Fla.

Crédito de imagem destacada: Divulgação

Sobre mim:

Twitter: @Yago_Martins23 | 22 anos, passagens por Rádio RPC, jornal Ilha Notícias e TV Ilha Carioca.

Compartilhar: