Compartilhar:

O calendário apertado do futebol brasileiro e sul-americano já começa o ano atrapalhando o planejamento do Flamengo para toda a temporada. A Conmebol oficializou hoje as datas da disputa da Recopa Sul-Americana: 19 e 26 de fevereiro. Com isso, o Flamengo terá de disputar três jogos decisivos valendo dois troféus inéditos para o clube menos de um mês após os jogadores voltarem de férias — a reapresentação do elenco principal está marcada para o próximo dia 27.

https://twitter.com/RecopaConmebol/status/1219667008071131136?s=20

Reportagens publicadas em dezembro davam conta de que o técnico Jorge Jesus não abria mão da pré-temporada de 30 dias, período considerado ideal e comum na Europa. “Jorge Jesus já anunciou a reapresentação para o dia 22 de janeiro, um mês após a final do Mundial, e nos bastidores já deu o recado: não abre mão de uma pré-temporada de 30 dias. Nos primeiros 15, nem mesmo jogo-treino”, publicou o GloboEsporte.com.

A primeira final será disputada apenas 20 dias após o início dos trabalhos, no dia 16 de fevereiro, em Brasília: a Supercopa do Brasil, contra o Athletico-PR, campeão da Copa do Brasil de 2019. Apenas três dias depois, o Flamengo terá que encarar a altitude de Quito e a partida de ida contra o Independiente del Valle, campeão da Copa Sul-Americana de 2019. O jogo da volta acontecerá uma semana depois, em plena Quarta-Feira de Cinzas, no Maracanã — apenas uma semana antes da estreia do Flamengo na Libertadores, contra o Junior, em Barranquilla.

Após a apresentação do atacante Michael, o vice-presidente de Futebol, Marcos Braz, comentou a escolha da data e mostrou certo descontentamento, mas disse que agora o Flamengo “tem pouco a falar, tem mais a fazer” para se preparar:

— A gente já vinha monitorando isso, sabia que podia acontecer isso de uma semana para cá. Eu acho que tem pouco a fazer. Você tem que se adaptar a esse processo. Eu ainda não estive com o Jorge, não consegui falar com ele. Agora é tratar isso com naturalidade, não tem muito o que fazer, o que ficar reclamando na imprensa, ficar questionando. Agora é pegar a data, o dia 19, a gente tem uma final no dia 16. É pouco provável a gente voltar ao Rio de Janeiro. Acho que vai ter que até ir direto de Brasília. Muito feliz a gente não tá. A gente gostaria que esse primeiro jogo fosse um pouquinho mais na frente e que desse uma preparação mais adequada a todo elenco do Flamengo. A gente confia muito em quem vai estar preparado no dia, mas o óbvio é que quando você tem uma equipe é que todos deveriam estar 100% preparados. Mas o Flamengo vai confiante nas finais, como sempre foi. Mas tem pouco a falar. Tem mais a fazer daqui pra frente.

Compartilhar: