29.5 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, janeiro 22, 2021

Flamengo empata com Fluminense e se aproxima de vaga no Brasileirão sub-20

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Empate faz com que Flamengo chegue à última rodada do Brasileirão sub-20 dependendo apenas de si para classificar

Debaixo de um forte calor nas Laranjeiras, o Flamengo empatou com o Fluminense, em clássico válido pela penúltima rodada da fase regular do Brasileirão sub-20. O resultado em 1 a 1 deixou o Rubro-Negro em condição favorável para a última rodada. Com 28 pontos, fica um a frente de Palmeiras, Internacional e Vitória, que tem 27.

O ponto conquistado nas Laranjeiras foi valioso, mas a atuação em campo foi abaixo do esperado. Estrelas, com passagem pelo time profissional ainda em 2020, como Lázaro, Noga e Ramon foram apagados. Pelo lado do Fluminense, destaque total para Gabriel Teixeira. O camisa 10, insinuante e com muita qualidade técnica, chamou a atenção por sua participação na partida. Ainda concedeu assistência para o gol.

Na última rodada, o Rubro-Negro carioca encara o Corinthians, no Rio de Janeiro, precisando apenas vencer para se classificar às quartas-de-final. Lembrando que, no Brasileirão sub-20, os oito melhores passam adiante a próxima fase.

O jogo

Durante toda a partida, o Flamengo não demonstrou comportamento de time que precisava da vitória para ter mais chances de classificação à próxima fase. Não à toa, o domínio da primeira etapa foi tricolor. Apesar disso, o primeiro bom lance do jogo foi rubro-negro. Rodrigo Muniz fez o pivô para cima do zagueiro oponente, girou e marcou. A árbitra Rejane Alves, no entanto, marcou falta do atacante.

Na sequência, resposta do Fluminense. Walace entrou livre na área, driblou Pedro Caracoci, mas mandou a bola para fora. No escanteio, novamente o arqueiro foi destaque, ao defender bela cabeçada de Samuel. Os mandantes seguiam firmes na pressão. Aproveitando os espaços na zaga rubro-negra, Gabriel Teixeira deu excelente passe para Samuel. O centroavante, de frente para o gol, chutou na rede, pelo lado externo.

Gabriel Teixeira, o camisa 10 tricolor, que foi o grande destaque da partida, aos 12 minutos, fez belíssima jogada. Limpou a marcação e bateu, obrigando Caracoci a fazer mais uma intervenção. E, como já diria o ditado, água mole, pedra dura, tanto bate, até que fura. Após vacilo de Max no meio, Walace lançou Gabriel Teixeira, que acionou Samuel. O 9 do Flu chutou e a pelota passou no meio das pernas de Caracoci. 1 a 0 para o Fluminense.

O primeiro tempo, que começou em ritmo acelerado, caiu muito de qualidade após o gol. A melhor chance vinha sendo um escanteio fechado batido por Lazaro, que bateu no travessão. Quase gol olímpico. E, mesmo apresentando um mau desempenho, o Flamengo chegou ao empate. Ramon fez jogada individual pela esquerda e cruzou na cabeça de Rodrigo Muniz, que não perdoou. 1 a 1.

Camisa 10 do Flamengo, Lázaro foi apagado em clássico nas Laranjeiras. (Paula Reis/Flamengo)

O segundo tempo

Assim como os minutos finais do primeiro tempo, a etapa derradeira do clássico foi pouco movimentada. Mas, diferentemente do que era o panorama anterior, o Mais Querido equilibrou o jogo e iniciou melhor. Logo após o apito da árbitra, Lázaro fez boa jogada individual e passou para Muniz. O camisa 9 do Fla chutou forte, mas Thiago defendeu.

Logo depois, o troco do Fluminense. Gabriel Teixeira, novamente liso e incisivo, driblou os oponentes e finalizou. Caracoci encaixou. Depois de um período de marasmo, o Flamengo voltou a levar perigo. Dessa vez, com Thiaguinho. O atacante saiu da marcação, pelo lado esquerdo e arrematou. Seu xará agarrou, sem dificuldades.

Aos 28, um lance polêmico. O melhor em campo, Gabriel Teixeira recebeu dentro da grande área, próximo ao gol. Noga chegou rasgando por baixo. Apesar de muita reclamação da delegação tricolor nas Laranjeiras, Rejane Alves considerou a entrada do zagueiro limpa, na bola.

Na reta final, com as duas equipes visivelmente cansadas, o que restou foram muitos cruzamentos na área, sobretudo pelo lado dos visitantes. Aos 44, Rodrigo Muniz cobrou falta próxima ao gol com força. A bola, que foi rasteira, saiu tirando tinta da trave direita de Thiago. Três minutos depois, resposta na mesma moeda. Walace bateu falta colocada, no alto esquerdo, obrigando Thiago a espalmar para escanteio.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Paula Reis/Flamengo

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs