26 C
Rio de Janeiro
quarta-feira, janeiro 27, 2021

Flamengo venceu todos os jogos em que árbitro de confronto contra o Athletico-PR atuou

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Ao todo, árbitro de confronto contra o Athletico atuou em três partidas do Flamengo; todas terminaram com vitória do Mais Querido

Nessa quarta-feira (04), o Flamengo encara o Athletico-PR pela partida de volta das oitavas-de-final da Copa do Brasil. Por ter vencido o primeiro jogo pelo placar de 1 a 0, o clube carioca precisa apenas de um empate para seguir adiante no torneio. E se você é daqueles supersticiosos, que se agarram em qualquer detalhe para ter boas expectativas, um fato relacionado ao árbitro do cotejo pode te animar.

Em campo para comandar a equipe de arbitragem estará Rodrigo D’Alonso Ferreira, paulista que apita pela Federação Catarinense de Futebol. Exercendo a função desde 2014, somente no ano passado ele debutou em um jogo do Rubro-Negro da Gávea. Na ocasião, em duelo válido pela sétima rodada do Brasileirão, Flamengo e Fortaleza se enfrentaram no estádio do Engenhão. O placar final foi de 2 a 0 a favor dos mandantes.

Rodrigo D’Alonso apitará um jogo entre Flamengo x Athletico-PR pela segunda vez no ano.

Árbitro irá apitar seu segundo jogo entre Flamengo x Athletico na temporada

Assim como na sua estreia em jogos do Fla, os outros dois em que Rodrigo atuou terminaram com triunfos flamenguistas. Na terceira rodada do Campeonato Brasileiro de 2020, o Flamengo visitou o Coritiba, no estádio Couto Pereira. A partida, que foi vencida pelo time de Domenec Torrent por 1 a 0, representou a primeira vitória do clube na competição.

Já na 13ª rodada, foi a vez do juiz catarinense ter uma prévia do que ele irá encarar na noite dessa quarta-feira. Afinal, ele esteve no gramado do Maracanã para mediar o jogo entre Flamengo x Athletico-PR. Apesar dos três pontos terem sido conquistados pelo atual campeão brasileiro, um lance polêmico marcou a partida.

Aos 22 minutos da primeira etapa, após infiltração de Carlos Eduardo na área do Flamengo, Gabriel Noga deu o bote. Rodrigo D’Alonso, sem pestanejar, assinalou penalidade máxima a favor dos paranaenses. Porém, com o auxílio do VAR, o paulista voltou atrás na sua decisão e decidiu conceder apenas uma cobrança de falta ao Furacão.

No segundo tempo, foi a vez do Mais Querido ter um pênalti marcado para si. Depois de tentativa de cruzamento, a bola pegou no braço aberto de Léo Gomes dentro da área. Bruno Henrique foi para a batida e, naquele instante, aumentou a vantagem flamenguista para 2 a 0.

Além da invencibilidade do Flamengo em jogos arbitrados por Rodrigo, o clube carioca também recebeu menos cartões que seus adversários nessas ocasiões. Foram sete cartões amarelos para atletas do Flamengo, contra nove mostrados para os oponentes. Dois desses cartões, inclusive, se transformaram em um vermelho. Tal lance ocorreu no jogo do Couto Pereira, citado acima, em que Renê Júnior foi o jogador a ser expulso.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Agência Palmeiras/Divulgação

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs