Compartilhar:

O Flamengo estreia hoje na Libertadores tentando quebrar um tabu que já dura 19 anos. Desde que o Boca Juniors conquistou as edições de 2000 e 2001, nenhum time foi bi consecutivo na principal competição de clubes do continente.

Em 2000, o Boca conquistou seu terceiro título derrotando o Palmeiras na final. No ano seguinte, repetiu a dose contra o Cruz Azul, do México.

Desde então, quem chegou mais longe foram o São Paulo, campeão contra o Athletico-PR em 2005 e vice contra o Internacional em 2006, e o River Plate, que ganhou em 2018 e perdeu a final para o Flamengo no ano passado.

A história da Libertadores tem um tetracampeão consecutivo (o Independiente, que ganhou as edições de 1972 a 1975) e um vencedor de três edições seguidas (o Estudiantes, campeão entre 1968 e 1970), além de 6 bicampeões consecutivos, dois deles brasileiros: Penãrol (1960-61), Santos (1962-63), Independiente (1964-65), Boca Juniors (1977-78), São Paulo (1992-93) e de novo Boca (2000-2001).

Na outra vez em que defendeu o título, em 1982, o Flamengo começou a disputa direto na fase semifinal, mas ficou em segundo lugar no triangular que tinha River Plate e Peñarol, que acabou ganhando o título naquele ano.

A estreia do Flamengo será às 21h30 de hoje (horário de Brasília), contra o Junior, em Barranquilla, na Colômbia. O grupo do rubro-negro conta ainda com os equatorianos Barcelona de Guayaquil e Independiente del Valle.

(Imagem em destaque: Rodrigo Coca/Conmebol/Divulgação)

Compartilhar: