Compartilhar:

O volante do Flamengo, Willian Arão, virou tema de uma polêmica entre os torcedores nesta segunda-feira. Muitos prints flagraram, o momento em que o jogador abaixa para amarrar sua chuteira na hora de um contra-ataque perigoso do Atlético, que resultou no gol perdido por Savarino, na bela defesa de Diego Alves.

Os torcedores do rubro-negro ficaram revoltados com o lance que aconteceu aos 37 minutos do primeiro tempo, quando a equipe adversária já vencia a partida por 1 a 0.

O jogo

Pela primeira vez no comando de Domènec Torrent, o rubro-negro entrou em campo com Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Léo Pereira, Willian Arão, Gerson, Arrascaeta, Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabigol. Mesma escalação que Jorge Jesus costumava utilizar recentemente.

Pelo lado do Atlético, Sampaoli escalou a seguinte equipe: Rafael, Guga, Igor Rabello, Júnior Alonso, Gabriel, Guilherme Arana, Allan, Nathan, Franco, Marquinhos e Savarino.

A partida começou equilibrada, com o Flamengo perdendo inúmeras oportunidades de gols. Marcando na saída de bola do Galo, o Mais Querido recuperou diversas bolas e criou chances com Bruno Henrique, Gabigol, Arrascaeta e Everton Ribeiro, todas estas desperdiçadas.

Em um contra-ataque, Guilherme Arana cruzou e Filipe Luís contra abriu o placar para a equipe mineira.

Já na segunda etapa, tivemos uma partida completamente diferente. O Atlético melhor preparado fisicamente sobrou em cima do Flamengo, e levou o 1 a 0 com segurança até o final do jogo.

Após os 90 minutos, Rafinha frisou: “Jogar sem a torcida é muito difícil, mas isso não diminui o nível de concentração. O problema é que estamos vindo de 24 só dias treinando e o Atlético vinha jogando. Primeiro jogo, fazia tempo que a gente não joga. Nosso time é bom, vai melhorar”.

“O Dome chegou apenas há duas semanas, não é cabível cobrar ele já que nem conhece todos os jogadores. Perder é muito ruim, não estamos acostumados, mas vamos melhorar muito na competição”.

Créditos de imagem destacada: Reprodução

Compartilhar: