Presidente do Flamengo foi o convidado da edição desta sexta do Redação SporTV

MRN Informação | Matheus Fonseca

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, foi o convidado desta sexta-feira (25) da edição do programa Redação SporTV, e ao ser questionado sobre o apoio do clube em relação a volta do público aos estádios, o mandatário eximiu o Rubro-Negro de qualquer responsabilidade sobre o assunto.

“A postura do Flamengo não vai mudar. Defendemos que quem tem que decidir são as autoridades. Não quero ensinar a eles o trabalho deles. O Flamengo não vai opinar em relação a isso, cumpriremos o estabelecido pela lei”.

Veja também: ”Quanto mais fu… mais fortes, quanto mais fu… mais juntos”, grita Dome

Na última quinta, houve uma reunião entre clubes, federação e a CBF para decidir o assunto. No entanto, as conversas terminaram em gritaria e discussão, o que inviabilizou qualquer tipo de decisão sobre o futuro dos públicos nos estádios. O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Rogério Caboclo, e o presidente da Federação Carioca de Futebol, Rubens Lopes, trocaram farpas durantes todas as tratativas. Não houve votação sobre o tema, e uma nova reunião será agendada para tratar do tópico.

A reunião entre clubes, federação e CBF para definir a volta do público aos estádios terminou em gritaria e quebra pau o que inviabilizou qualquer decisão sobre o tópico. A briga se desenrolou entre o presidente da CBF, Rogério Caboclo, e o presidente da Ferj, Rubens Lopes, por conta do retorno da torcida no Rio de Janeiro. Com a discussão, não houve votação sobre o tema que ficou adiado.

O motivo da discussão foi único. A FERJ já tem a liberação do governo do Rio de Janeiro para a volta das torcidas em jogos no estado a partir de outubro. Rubens entende que mesmo sem a liberação de outros estados, Flamengo, Vasco, Fluminense e Botafogo já poderiam mandar suas partidas em solo carioca com a presença de seus torcedores. Rogério Caboclo e a maioria dos presidentes de clubes, foram radicais sobre o tema, e de forma irredutível, cravaram que só ocorreria a volta das torcidas se todas equipes pudessem receber seus adeptos.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Se você também acredita, clique aqui e torne-se apoiador do MRN.

Créditos de imagem destacada: Divulgação / Flamengo