28.8 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, janeiro 21, 2021

Flamengo muda estratégia para contratações

Bruno Guedes
Jornalista e Historiador, é apaixonado por futebol bem jogado. Já atuou na Rádio Roquette Pinto e como colunista no Goal.com.

1 COMENTÁRIO

  1. Blábláblá. O Ceni até agora, não disse ao que veio, projeto futuro com ele seria uma incógnita. Temos nossas fraquezas, falta: um beque experiente, um ou dois laterais esquerdos experientes. Independente da debanda (saída) daqui há dois meses de alguns jogadores, varria do elenco: Thuller, GH, Leo Pereira, René, Vitinho, Diego Ribas, Lincoln, Pedro Rocha e Michael. Começava um novo projeto, sem o Ceni.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Por conta da pandemia e comprometido na compra de Pedro, Flamengo não fará grandes investimentos no primeiro semestre de 2021

Blog Ninho do Urubu | Bruno Guedes – Twitter: @eubrguedes

As eliminações precoces nas Copas do Brasil e Libertadores afetaram não apenas esportivamente o Flamengo. Por conta da pandemia e comprometido na compra do atacante Pedro, o Rubro-Negro não fará grandes investimentos no primeiro semestre de 2021. Com incertezas no plantel, a busca por reforços passará por empréstimos ou nomes em fim de contrato.

Nos últimos dois anos o clube empregou grandes quantias financeiras na aquisição de atletas importantes, como Gabigol, Gérson e Arrascaeta, por exemplo. Entretanto, outros chegaram neste formato chamado de “oportunidade de mercado”, com contrato no fim ou expirado, como Filipe Luis e Rafinha.

Porém, com o caixa menos robusto que em outras temporadas, a diretoria do Flamengo decidiu recuar nas investidas de compra de jogadores. Sem a receita das bilheterias e uma inesperada queda de arrecadação nos torneios, o foco está sendo o mapeamento do mercado. Atletas que estão terminando seus vínculos ou já desligados de seus clubes, estão sendo observados.

LEIA MAIS: Vai e vem no Flamengo: Quem sai e quem fica no elenco para 2021

Neste primeiro semestre, o Rubro-Negro buscará também nomes que possam reforçar a equipe por empréstimo. Para isso, jogadores que perderam espaço em seus times estão sob estudo. Dentro e fora do Brasil. A expectativa é que, ao final da temporada, a diretoria consiga negociações de acordo com as necessidades do técnico.

Entretanto, a venda de ativos – jogadores do elenco rubro-negro – também se tornou importante. As saídas de Vinícis Jr. e Paquetá, por exemplo, foram importantes para aumentar a capacidade financeira do Flamengo. Portanto, o clube vê como crucial uma grande negociação futura de atletas. Atualmente, apenas Lincoln recebeu uma proposta oficial e abaixo do esperado.

Um alívio na folha salarial também está em pauta. Após o final do Campeonato Brasileiro, jogadores e até a comissão técnica terão situações avaliadas. Há possibilidade de alguns se tornarem moeda de trocas em negociações. A avaliação é de que diversos atletas têm mercado.

Apesar das especulações, a diretoria não entrou em contato com qualquer jogador – oficialmente – visando reforçar a equipe neste momento, de acordo com o apurado com a coluna. Em um final e início de ano atípicos, atuar no mercado agora não faria sentido.

No começo de dezembro, o Flamengo exerceu o direito de compra do atacante Pedro junto à Fiorentina. O valor é de R$ 87 milhões. E o pagamento será feito em seis parcelas iguais ao longo de três anos.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs