Compartilhar:

Lucas Tinôco, do MRN Informação

O Flamengo estreou com o pé direito em busca do bicampeonato consecutivo e venceu o Junior Barranquilla, na Colômbia, por 1 a 2.

O Flamengo começou em criando algumas oportunidades e já aos 6 minutos Éverton Ribeiro abriu o placar. Após bela jogada de Arrascaeta na ponta-esquerda, o capitão finalizou colocado e saiu para o abraço.

O problema é que, após o tento, o Mais Querido passou a forçar jogadas diretas e pouco criou. Errando muito na saída de bola, a dupla de zaga, em especial, recebeu bastante bronca de Jorge Jesus, extremamente insatisfeito com a exibição dos seus comandados.

Pelo grupo do Flamengo na Libertadores, del Valle estreia com vitória fora de casa

O clube quase sofreu o gol de empate após um erro de Gérson, mas Diego Alves fez grande defesa e garantiu a meta zerada na etapa inicial, que quase teve o placar ampliado por Gabigol que chutou com perigo antes do apito do juíz.

Na segunda etapa o time começou se movimentando e buscando jogadas rápidas, mas não conseguiu criar grandes oportunidades, seguiu errando e contou com mais uma grande defesa de Diego Alves em finalização de Téo Gutiérrez, que estava impedido no momento do chute.

Com os jogadores nervosos e errando muitos passes, o Mister colocou Michael em campo na vaga de Arrascaeta. A quarta contratação mais cara da história do clube perdeu bolas perigosas no campo de defesa e também caiu na bronca do treinador até que recebeu ótima bola de Gabigol em contra-ataque e passou para Éverton Ribeiro, com classe, cavar por cima do goleiro e fazer o seu segundo gol no jogo e, também, o segundo do Flamengo, aos 79 minutos.

Com mais folga no placar, a equipe passou a administrar melhor o jogo e criou boa oportunidade com Vitinho. No entanto, seguiu tomando sustos antes de sofrer o gol de honra dos donos da casa. Após desatenção da defesa, Téo Gutiérrez diminuiu o marcador. Aos 94 minutos, o árbitro soprou o apito final. Fim de jogo: Junior Barranquilla 1 a 2 Flamengo.

Foto com torcedores do Flamengo concorre ao principal prêmio de fotojornalismo do mundo

Estreando na Liberta

A partida diante do Junior Barranquilla marcou a estreia de três atletas do rubro-negro na competição. João Lucas, Michael e Pedro – os dois últimos que entraram ao longo da etapa final – fizeram seus primeiros jogos na principal competição do continente.

Marcou, também, a reestreia de Thiago Maia na Libertadores. Com a camisa do Santos, em 2017, ele participou de todos os seis jogos da fase de grupos, vencendo quatro e empatando dois. Com mais uma vitória hoje, segue invicto no torneio.

Compartilhar: