Flamengo negocia 3 patrocínios e fala em ‘igualar a Crefisa’, afirma vice-presidente

Bruno Guedes
Jornalista e Historiador, é apaixonado por futebol bem jogado. Já atuou na Rádio Roquette Pinto e como colunista no Goal.com. Siga no Twitter: @EuBrguedes

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Bruno Guedes – O Flamengo negocia com três patrocinadores. É o que afirma o Vice-Presidente de Comunicação e Marketing do Flamengo, Gustavo Oliveira, em entrevista ao jornalista Rodrigo Mattos, do Uol. De acordo com ele, os valores negociados podem fazer com que o Rubro-Negro chegue próximo ou igual ao que a Crefisa oferece ao Palmeiras. Entretanto, não garantiu fechar o orçamento estabelecido.

LEIA MAIS: Flamengo já pagou mais de R$ 1 bilhão em dívidas desde 2013; veja números do balanço

Segundo Gustavo, atualmente o Flamengo negocia contratos para exposição das marcas nas costas e nas mangas. Além disso, declarou que nos próximos dias deve divulgar também o patrocinador dos calções:

“Mais uma semana posso estar divulgando o patrocinador de calção, uma empresa tradicional, mas nova no mercado. Estou muito contente. Estamos detalhando coisas de contrato, tem processo de compliance da empresa. É uma empresa que não está no mercado de futebol do Brasil. Costas e manga estamos com três propostas andando”, revelou o Vice-Presidente de Comunicação e Marketing.

Questionado se os valores envolvidos poderiam fazer frente aos oferecidos pela Crefisa ao Palmeiras, Gustavo disse que seriam próximos. Mas preferiu não comparar os modelos de negociação:

“Se não está igual a Crefisa vai chegar muito próximo quando vendermos as costas e a manga. Ou vai ficar quase igual ou pouco menor. Será muito próximo do que paga. Não é um modelo comparável”, afirmou o dirigente.

Flamengo busca arrecadar R$ 20 milhões pelos espaços vazios

O Flamengo previa, no orçamento divulgado, R$ 148 milhões em patrocínios para 2021. De acordo com Rodrigo Mattos, faltariam R$ 20 milhões para atingir essa meta. Assim, quando perguntado se o clube conseguiria o montante que falta, Gustavo Oliveira espera que sim:

“Se fecha mais dois, dá mais R$ 20 milhões. Pensamos além da camisa. É vender na FlaTV, que agora tem contrato com Ambev, temos contrato do BRB, com Pepsi, com Cyrella. A FlaTV virou um lugar para patrocínio. Tem várias empresas de porte grande e outras menores que têm usado a FlaTV como uma mídia normal. Espero que sim”, disse.

VEJA: Flamengo pode embolsar quantia milionária com a Supercopa do Brasil; veja valores

Entretanto, por conta da pandemia, o Rubro-Negro perdeu mais da metade dos sócio-torcedores. Dos mais de 125 mil, restaram 60 mil. Mas o Vice-Presidente afirma que o clube planeja um modelo de negócio que possa atrair novamente os torcedores a partir da FlaTV+:

“Isso com certeza, a gente vai ter um projeto. A assinatura da FlaTV+ vai ter isso. Com FlaTV+, ele vai ter um benefício (benefício na FlaTV+). A gente vai oferecendo mais vantagens”, finalizou Gustavo Oliveira.

Acompanhe o jornalista Bruno Guedes no Twitter

Ajude o MRN a fazer jornalismo rubro-negro. Clique aqui e seja apoiador.

Notícias do Flamengo

Blogs