Compartilhar:

Gerente de futebol é demitido e agita os bastidores do Flamengo

Nesta terça-feira (7), o elenco do Flamengo irá se reapresentar no CT Ninho do Urubu, em Vargem Grande. Os atletas do sub-20 que irão atuar na Taça Guanabara são esperados no local, junto com parte do elenco profissional. As atividades serão comandadas por Maurício de Souza.

O rubro-negro preparava uma coletiva de apresentação que seria dada por Marcos Braz e Bruno Spindel, porém após a demissão do gerente de futebol Paulo Pelaipe, a entrevista foi cancelada e adiada para uma nova data que ainda não foi informada.

Leia também: Chelsea e West Ham disputam Gabigol com o Flamengo

A saída de Pelaipe pegou muitos de surpresa na Gávea, já que o profissional tinha encaminhado sua renovação de contrato até o final da temporada com o rubro-negro, após receber sondagens do Palmeiras, ainda em dezembro.

Segundo a publicação do site Globo Esporte.com, o vice-presidente de relações externas, Luiz Eduardo Baptista teria sido um dos responsáveis pela decisão. Pelaipe tinha relações próximas a Marcos Braz e Jorge Jesus.

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, está de férias juntamente com o seu vice. Quem comanda o clube neste exato momento é Antônio Alcides, que de acordo com o jornal O Dia, ficou sabendo da demissão do gerente de futebol pela imprensa.

É esperada uma posição oficial do Flamengo nas próximas horas. A torcida não pareceu satisfeita com a demissão de Pelaipe, e nas redes sociais, pedem a demissão de Bap.

Esta é a segunda passagem de Paulo Pelaipe pelo Flamengo. Em 2013, ainda na gestão Eduardo Bandeira de Mello, foi contratado como diretor executivo e montou o elenco que foi campeão da Copa do Brasil em 2013 e Carioca em 2014. Após deixar o clube no segundo semestre do ano do título estadual, voltou no início de 2019, com a função de ser gerente de futebol. Pelaipe trabalhou juntamente com Marcos Braz (vice de futebol) e Bruno Spindel (diretor executivo) no ano em que o rubro-negro voltou a conquistar a Libertadores, após 38 anos e o Brasileiro, após 10 temporadas.

Não deixe de ler também

Compartilhar: