Compartilhar:

Lucas Tinôco, do MRN Informação

Flamengo e Independiente del Valle se enfrentaram, também, pela Libertadores Sub-20. Contudo, ao contrário da vitória dos profissionais, a base rubro-negra saiu derrotada frente aos equatorianos e deram até logo à Libertadores da categoria.

O Mengão saiu na frente do placar, com gol de Guilherme Bala após recuperação de bola de Yuri Cesar e assistência de Wendel. O placar permanecia positivo para o Mais Querido quando, aos 44 minutos, o árbitro da partida assinalou penalidade máxima, convertida por Caicedo.

A arbitragem, inclusive, foi alvo de reclamações por parte do Flamengo, que considerou duvidoso o pênalti que originou o gol de empate do adversário. Antes, o juiz já havia marcado outra penalidade que acabou defendida por João Fernando. A principal polêmica, no entanto, foi um pedido de pênalti em Guilherme Bala, pouco antes do apito final.

Com o empate no tempo regulamentar, o duelo foi decidido nos pênaltis. Pelo Flamengo, Wendel, Yuri Cesar, Natan e João Vitor converteram, enquanto o capitão Matheus França acertou a trave. Do lado adversário, Caicedo, Hincapié, Acosta, Mejia e Ortiz foram cirúrgicos e garantiram a vaga para a final da competição.

Campanha do Flamengo

Os Garotos do Ninho fizeram bela campanha na Libertadores Sub-20. Na primeira fase, bateu o Nacional-URU – último campeão do torneio – por 1 a 3. Em seguida, goleou o Sporting Cristal-PER por 5 a 1 e, na última rodada da fase de grupos, perderam por 1 a 0 para o Puerto Cabello-VEN.

Os grandes destaques do rubro-negro foram Yuri Cesar e Rodrigo Muniz, artilheiros com 3 gols cada. O último, inclusive, foi desfalque na partida desta quinta (27) por estar suspenso. Vale lembrar que ambos integraram o time que jogou as primeiras partidas do profissional da Taça Guanabara de 2020.

Créditos da imagem destacada: Reprodução/Twitter @LibertadoresU20

Compartilhar: