Compartilhar:

Na manhã desta quarta-feira (1), dia de Flamengo e Boavista, embaixadas e consulados do mundo inteiro foram pegos de surpresa com a notícia de que a transmissão na Fla TV estará bloqueada para fora do Brasil. A revolta tomou conta das organizações, que apontam que o clube está pensando na “desinternacionalização” da marca.

Sendo assim, para os torcedores assistirem a partida no exterior, terão que pagar cerca de 8 dólares na plataforma MyCujoo TV, onde você se cadastra para ter acesso aos streamings.

Em contato realizado pelo Mundo Rubro Negro, representantes da Fla Miami revelaram uma nota publicada para os membros da embaixada.

A Fla Miami foi recebida com surpresa na manhã dessa quarta-feira com a notícia que, diferente dos torcedores que residem do Brasil, os torcedores do exterior deverão pagar 8 dólares para assistir ao jogo do Flamengo dessa noite. A questão inicial não passa por pagar ou não o valor de 8 dólares. Sabemos que existe custo e estamos acostumados a pagar para assistir, mas o que nos causa surpresa é a diferença de tratamento que estamos recebendo em comparação aos torcedores residentes no Brasil.

Nós do exterior, já sofremos com a distância do clube que amamos, sofremos com dificuldade de comprar produtos oficiais, falta de benefícios para o Sócio-Torcedor, sem contar com a regular dificuldade de pagar o plano, temos praticamente que implorar para efetuar o pagamento mensal. Mesmo assim, fazemos um trabalho de captação de novos Sócio-Torcedores, nos engajamos em ações sociais, sempre pensando no melhor para o Flamengo e na internacionalização do clube. Essa lamentável decisão, nos demonstra que o Flamengo está nesse momento pensando na “desinternacionalização” da marca. Além de perder uma grande oportunidade de bater todos os recordes de transmissão via YouTube, num momento como esse em que o clube, baseado na MP 984, busca uma nova forma de transmissão de seus jogos.

A Fla Miami lamenta a atitude do clube, lamenta que o Flamengo esteja deixando de lado todos os torcedores do exterior nesse momento histórico do clube, quando fará sua primeira transmissão oficial pela FlaTV e informa que, em virtude dessa situação e em forma de protesto, não fará a cobertura do jogo em sua sede”.

O vice-presidente de Embaixadas e Consulados do clube, Maurício Gomes de Mattos, se posicionou sobre o assunto.

Tive uma posição oficial do marketing. O Flamengo irá devolver o ingresso virtual de todos que pagaram, e também de todos os Sócios Torcedores ativos que porventura terão que pagar para assistir o jogo. Isso vai ser creditado. Tanto quem fez a doação em forma de ingresso, como o que hoje tem condição de ser ST no exterior ativo”.

Uma nota oficial assinada por todas as embaixadas e consulados do exterior será publicada em breve.

Créditos de imagem destacada: Divulgação/Flamengo

Compartilhar: