Compartilhar:

Com gol de Arrascaeta no início do jogo, o Mais Querido chega aos 63 pontos e segue firme em busca do título do Brasileirão

Toda grande campanha escolhe seus jogos para contar com a sorte quando o desempenho, a concentração e a força física não vão bem. O Flamengo venceu o CSA por 1×0, bateu o recorde de público da competição, e segue firme na liderança, com 10 pontos à frente do vice-líder Palmeiras.

O revés tão ansiado pelos secadores de plantão não aconteceu. Mas não foi um jogo fácil, o Flamengo contou muitas vezes com o seu grande goleiro, e, realmente contar com o destino para livrá-lo de uma jornada mais dramática no Maracanã.

gerson flamengo csa
Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

O Flamengo foi a campo mais uma vez com força máxima. Não contou com o zagueiro Pablo Marí dessa vez, suspenso por ter recebido o terceiro cartão amarelo na rodada anterior. Em seu lugar, o jovem Thuler entrou e ao lado de Rafinha ocupou a direita; enquanto Rodrigo Caio atuou na esquerda da zaga resguardando Filipe Luís. 

No meio-campo, Arão e Gerson deram mostras de cansaço, principalmente na etapa final. E foi justamente o camisa 8 o primeiro a assustar o goleiro João Carlos, já aos 6’, com um chute forte de fora da área depois de pegar o rebote da zaga dos visitantes. 

O quarteto ofensivo formado por Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabriel movimentou-se muito no primeiro tempo. O time do Flamengo teve inúmeras tramas de ataque que terminaram em finalizações no gol do time alagoano. 

O gol único da partida não tardou a acontecer. Arrascaeta aproveitou a bela jogada de Everton Ribeiro pelo meio, e ao dominar na grande área, deu um come pornográfico no zagueirão Alan Costa e deu um tapa de muita categoria no canto esquerdo para vencer o goleiro do CSA. 

O tento aos 8’ relaxou um pouco o time em campo. Ele continuava criando em profusão e errando na mesma medida. O segundo tempo começou com o time pressionando o adversário e mostrando a já reconhecida intensidade rubro-negra. As finalizações, porém, continuavam ruins. Muitas jogadas promissoras pecavam na própria construção, com muitas passes errados ou escolhas mal-feitas. 

Por outro lado, o CSA começou a gostar mais do jogo. Argel Fucks apostou na velocidade de Apodi e Warley nas pontas. Diego Alves salvou o Flamengo em pelo menos três oportunidades. Aos 35’, Alecssandro foi a última cartada de Argel. E o centroavante, ex-Flamengo, por muito pouco não empatou a partida através de uma cabeçada que passou rente à trave direita de Diego, que apenas pôde torcer. 

Com o apito final, o Flamengo manteve sua distância de 10 pontos para o vice-líder Palmeiras, que conseguiu vencer o Avaí na Ressacada. Faltando 10 jogos para o fim do Campeonato Brasileiro, o Flamengo de Jorge Jesus chega aos 67 pontos, mesma pontuação do time hexacampeão em 2009.

A próxima partida do Mengão é contra o Goiás, na quinta-feira, 31, às 20h, no Serra Dourada. Como disse o Mister, campeonatos são conquistados também com atuações ruins. Bola para frente, os três pontos já foram pra conta e agora o time tem mais um novo desafio rumo ao hepta do Brasileirão e ao bi da Libertadores.

Não deixe de ler também

Compartilhar: