Compartilhar:

Fique sabendo dos maiores detalhes do duelo que marca a estreia do Flamengo na competição

Nesta terça-feira (17) às 14h30, no estádio Khalifa International, no Catar, o Flamengo entra em campo 38 anos depois para voltar a disputar um Mundial de Clubes.

Em 1981 o formato era diferente. O campeão da América já enfrentava o melhor time da Europa direto na final. Na época, o Flamengo duelou contra o Liverpool e sagrou-se campeão.

Desde o início dos anos 2000, o Mundial teve sua estrutura alterada. Agora, o campeão da Libertadores se classifica para a semifinal, e nesta temporada, quem irá desafiar o Flamengo por uma vaga na decisão será o campeão asiático, o Al Hilal.

O Flamengo não tem nenhum desfalque. O lateral-esquerdo Filipe Luís que preocupava na semana passada (por um problema no joelho), treinou normalmente e deve ser titular.

Com isso, a provável escalação para a partida contra o Al Hilal é:

Diego Alves; Rafinha, Pablo Marí, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Arão, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol.

A equipe saudita terá o desfalque importante do meio campista Mohamed Kanno, titular na equipe do técnico romeno Lucescu. Nas quartas de finais, contra o Espérance, o atleta foi expulso no segundo tempo.

A provável escalação do Al Hilal é:

Abdullah Almuaiouf; Mohammed Alburayk, Jang Hyunsoo, Ali Albulayhi e Yasser Alshahrani; Cuéllar, Abdullah Otayf e Carlos Eduardo; Salem Aldawsari (Giovinco), Andre Carrillo e Gomis.

Arbitragrem: Ismail Elfath, marroquino naturalizado norte-americano. Elfath apitou o primeiro teste do VAR no futebol em agosto de 2016, no duelo entre Red Bull II e Orlando City B.

O árbitro será auxiliado por Kyle Atkins (EUA) e Parker Corey (EUA). O VAR fica a cargo do irlandês Alan Kelly.

Transmissão: SporTV e Rede Globo.

Não deixe de ler também

Compartilhar: