Compartilhar:

Após o empate deste domingo, atuação dos meninos da Gávea teve grande impacto. O time palmeirense reclamou do atraso do clube carioca, mas também ressaltou o estilo de jogo do adversário

MRN Informação | Bernardo Moreira

Depois do jogo de hoje (27), que já tinha sido adiado e pouco antes da partida foi reconfirmado com o time rubro-negros entrando em campo, o Flamengo saiu com um empate heroico diante do Palmeiras no Allianz Arena.

O time paulista abriu o placar em um chute rebatido de Patrick de Paula. Dois minutos depois, Pedro empatou com assistência de Arrascaeta. O goleiro Hugo Souza, que assumiu o posto debaixo das traves neste jogo de hoje, fez uma partida muito segura e dedicou a atuação ao pai.

“Eu não jogo faz 9 meses, a última partida foi no sub-20. A diferença dessa partida é que na última meu pai estava na arquibancada assistindo e hoje eu não tenho mais ele. Faz seis meses que não tenho ele e hoje a primeira vez que entrei em campo sem ele.”

O capitão do time paulista, Felipe Melo, ressaltou desacordo com o atraso do time rubro-negro ao entrar em campo, mas também destacou o estilo de jogo do time adversário. O jogo, marcado para às 16h, só teve o time do Flamengo realmente em campo às 16h20.

“Estamos jogando contra o Flamengo, que tem um estilo de jogo. Do meio para frente são grandes jogadores. Fizeram uma sacanagem antes do jogo, fizeram a gente ficar esperando, uma falta de respeito. Mexe com a nossa cabeça, não é um jogo normal”.

O próximo jogo dos rubro-negros é no próximo dia 4, contra o Athletico-PR. Nesta partida, é possível que haja público, mas o assunto ainda está em discussão.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Se você também acredita, clique aqui e torne-se apoiador do MRN.

Compartilhar: