Promessa contratada junto ao Náutico, o atacante Thiago, de 18 anos, ainda não poderá fazer sua estreia pelo Flamengo no clássico de amanhã contra o Vasco. O jogador ainda não teve seu nome publicado no BIRA, da Ferj (equivalente ao BID da CBF) e, portanto, não estará à disposição do técnico Mauricio Souza para a partida.

O que impediu o Flamengo de registrar Thiago até agora é uma pendência judicial do Náutico. Uma decisão da Justiça Federal de Pernambuco proibiu o Náutico de dar baixa no registro do atacante por conta de uma dívida. A decisão já foi revertida, mas Thiago precisaria aparecer no BIRA até a noite de ontem para poder ser utilizado amanhã, o que não aconteceu.

Para estar disponível para o confronto da terceira rodada, contra o Volta Redonda, Thiago terá que ter seu nome publicado no BIRA da Ferj até quinta-feira, penúltimo dia útil antes do início da rodada.

O atacante de 18 anos disputou 39 jogos e marcou 8 gols pelo time profissional do Náutico e foi contratado pelo Flamengo por R$ 7 milhões. A Taça Guanabara seria uma boa oportunidade para mostrar se ele está preparado para integrar o elenco profissional do Flamengo ou vai passar um período na base, mas a pendência jurídica impediu o Flamengo de já começar o ano utilizando o atacante. Com isso, o ataque do Flamengo para o clássico deve voltar a ser formado por Lucas SIlva e Vitor Gabriel, embora os dois não tenham ido bem na partida de estreia.