31.7 C
Rio de Janeiro
sexta-feira, dezembro 4, 2020

ATUAÇÕES: Ayrton faz golaço e Gabriel entra iluminado; NOTAS de Flamengo 2×0 Joinville

QUEBRA_PAG


HESLEY MENEZES | Twitter @_hesleymenezes
RAONY FRANCO | Twitter @UrubuMatuto

Ayrton comemora gol importantíssimo. | Foto: Gilvan de Souza/Flamengo
Ayrton comemora gol importantíssimo. | Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

 

Cesar: Não teve trabalho no primeiro tempo. Quando foi exigido n segunda etapa, fez ótima defesa. NOTA 6.

Ayrton: Pouco apareceu no jogo no primeiro tempo. Mas na segunda chance que teve com a bola parada, colocou a bola no ângulo de Agenor, marcando um golaço no Maracanã. Não sofreu defensivamente. NOTA 7,5.

Cesar Martins: Dono do primeiro tempo. Foi corajoso na defesa com dribles bonitos e muita segurança. Melhor ainda no ataque, chegando muitas vezes na linha de fundo, arriscando bons passes e até aparecendo na área pra finalizar no travessão. Ótimo jogo do jovem zagueiro Rubro-Negro que vinha inseguro nos últimos jogos. NOTA 7,5.

Samir: Não foi exigido na defesa. Mas diferente de seu parceiro de zaga, pouco foi ao ataque e não apareceu muito no jogo. NOTA 6.

Jorge: Bom jogo do camisa 36. Com pouca exigência defensiva, teve liberdade pra ficar mais no ataque e chegou muitas vezes na linha de fundo pra cruzar. Fundamento este, que o jovem lateral esquerdo do Flamengo precisa aperfeiçoar. Tomou cartão amarelo e está fora do próximo do jogo por bobeira. Deu carrinho desnecessário. NOTA 6.

Márcio Araújo: Jogou como terceiro zagueiro, fazendo as coberturas dos laterais que partiam ao ataque. Seu aproveitamento na recuperação de bola é excelente. NOTA 6.

Canteros: Apareceu muitas vezes dentro da área pra finalizar ou tocar pra trás, pra chegada de algum companheiro com melhor chance de finalizar. Boa movimentação e dinamismo durante o jogo. NOTA 6.

Alan Patrick: Errou muitos passes e, por vezes, demorou muito pra achar o melhor jogador pra enfiar a bola, atrasando um pouco o ataque. Foi o jogador que mais chutou a gol no jogo. Em algumas, levou perigo ao gol de Agenor. Buscou muito o jogo, arriscando passes e finalizações. Deu assistência linda para o segundo gol de Gabriel. NOTA 7,5.

Everton: Começou o jogo pela direita e não foi bem. Após inverter o lado com Paulinho, melhorou seu rendimento. Deu mais velocidade pelo lado esquerdo e criou muitas jogadas de perigo. NOTA 6,5.

Paulinho: Ótimo jogo de Paulinho. Partiu pra cima do Joinville, com pedaladas, boas chegadas à linha de fundo e uma caneta espetacular no primeiro tempo. Quase abriu o placar do jogo quando finalizou no canto direito do Agenor e o lateral tricolor tirou em cima da linha. NOTA 7.

Guerrero: Não foi bem no primeiro tempo. Teve poucas chances de finalização. Trabalhou como mais pivô, saindo muito da área. NOTA 6.

Gabriel: Iluminado. Mal entrou em campo e já balançou as redes. Não jogava há um bom tempo, e já voltou marcando gol. Fez o que Oswaldo queria dele. NOTA 7,5.

Kayke: Entrou no lugar de Guerrero para dar mais mobilidade ao ataque, porém, por ansiedade, atrapalhou algumas bolas de ataque que poderiam resultar em gol. Segue com crédito. NOTA 6,5.

Almir: Entrou no jogo faltando poucos minutos para acabar. SEM NOTA.

Oswaldo: Deu sequência ao time que vinha jogando e a semana de treinos puxados surtiu efeito. Sacou o apagado Guerrero e colocou Kayke pra mudar a dinâmica do ataque. Foi feliz ao colocar Gabriel no jogo e, o atacante fazer o gol logo ao entrar. NOTA 7.

Comente pelo Twitter @MRN_CRF ou direto na fanpage do MRN no Facebook (clique aqui). Sua opinião faz a toda diferença.


Hesley Menezes e Raony Furtado são integrantes da equipe MRN Informação

 

ÚLTIMAS DO MUNDO RUBRO NEGRO

Uma vitória para mostrar que a ambição não é pequena

Arbitragem de Fla x JEC: Juiz paulista sem critério

Review do Hangout com Wallim Vasconcellos

Na Apresentação do Plano de Governo da Chapa Azul

Dinheiro para o CT: Flamengo aprova emissão de 200 novos títulos de Sócios-Proprietários

Flamengo aprova adequação do Estatuto à Lei Rouanet e pode captar incentivos para projetos culturais

EDITORIAL: OS 5 PRINCÍPIOS DO MUNDO RUBRO NEGRO NAS ELEIÇÕES DO FLAMENGO

 

CURTA NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK

SIGA A GENTE NO TWITTER

Leia também

Notícias do Flamengo

SBT liga sinal de alerta após queda do Flamengo na Libertadores

Eliminação rubro-negra preocupa questão financeira do SBT. Todos os detalhes você encontra na matéria do site Mundo Rubro Negro

Aos 45 anos, ex-Flamengo volta a jogar profissionalmente

Marcelinho Paraíba voltou a atuar profissionalmente após sete meses de aposentadoria Na partida entre São Paulo e Ponte Preta, pelo Campeonato Brasileiro de 1999, ele...

Bruno Henrique nega informação de jornal sobre Jesus: ”Seus mentirosos”

Atacante do Flamengo, Bruno Henrique desmentiu que existisse problemas com Jorge Jesus. Todos os detalhes na matéria do site Mundo RN

Botafogo x Flamengo: onde assistir, prováveis escalações e tudo sobre a partida

Flamengo x Coritiba jogam no Maracanã pela 22ª rodada do Brasileirão. Rogério Ceni segue com muitos desfalques.

O motivo que pode manter Diego Alves no Flamengo

Rubro-Negro tem até dia 31 de dezembro para renovar o contrato de Diego Alves. Todos os detalhes na matéria do site Mundo Rubro Negro

7 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs

Os problemas defensivos de mais uma eliminação rubro-negra

Erros defensivos do Flamengo se repetem sob comando de Ceni na eliminação do time da Libertadores nas oitavas de final

Bruno Henrique chega a cem jogos pelo Flamengo; confira os números

Contratado pelo Flamengo no início de 2019, Bruno Henrique atinge marca centenária; confira os números do camisa 27 no clube carioca

23 de Novembro de 2019. Lima. Peru. Um ano da Glória Eterna

O Flamengo é o que não se explica. Há um ano, a América voltava a ser pintada de vermelho e preto, em um roteiro digno de cinema

Voamos todos na parábola de Diego

Sempre temi o destino de ser um morto soprado de inveja nas bancadas da eternidade, ressentido por um auge tardio do Flamengo

23 de Novembro ficou marcado na história rubro-negra

Nem a vitória parcial do River tirou a certeza de que aquele dia seria abençoado, afinal foi no mesmo dia 23 de novembro