Compartilhar:

Há um pertencimento de qualquer torcedor ao bom jogo jogado de qualquer time afinado. Seus torcedores se animam

Flavio H. Souza, do Blog Pedrada Rubro-Negra

O Flamengo dá esta sensação de pertencimento que creio que nenhum outro time permite. Sua torcida está em todo lugar, curtem se curtir e ainda que times mambembes tenham tido seu lugar na história do clube, sua torcida sempre soube que o Flamengo era o maior clube do mundo e que carregava um enorme potencial de voltar a ser aquele time grande e temido.

Acesse agora useartillero.com e concorra a uma camisa irada na promoção de lançamento do site!

Demorou anos. Muitos anos. Teve que fazer uma revolução administrativa, em meio a muitas brigas internas, e cortar na carne. Saneando financeiramente e reposicionando processos administrativos visando uma administração moderna e competente.

A torcida, em todo lugar, comprou esta ideia. O Flamengo não é mais motivo do deboche “eles fingem que me pagam e eu finjo que jogo” e voltou a ser orgulho de todos. A Base do Flamengo ressurgindo depois de um longo tempo de trevas também. Assim como a reestruturação patrimonial, a construção de uma estrutura de treinamento impactante. Coloca qualquer time nos trinques, jogadores desejosos de virem pro Flamengo. Ao contrário de outros tempos em que perdemos jogadores até para o Botafogo.

Isto fez crescer o sentimento. É bom estar do lado de algo que funciona. A competitividade esportiva era o calcanhar de Aquiles. A gestão passada não parecia ter este sentimento muito forte e desenvolvido como a atual. Tanto que esta retórica ajudou, merecidamente, a ganhar a eleição. Muitos rubro-negros  sentiam na pele que este fator estava faltando e apostou nestes caras. Ganharam por ampla maioria. 

Leia no blog Pedrada Rubro-Negra:
O rico e seu telhado de vidro

Rei morto, rei posto. O que vimos desde o começo do ano foi a aposta neste sentido competitivo. Uma contratação errada de Abel não foi sendo arrastada como um peso morto por mais tempo que se devia por considerações ou simpatias pessoais de dirigentes amadores ou mesmo dito profissionais. Foi trocado por um técnico português de 65 anos saído de um time das Arábias, com um bom histórico no Benfica. O Mister Jesus.

E o Mister Jesus pôs em prática o time mais forte e competitivo que vimos desde há muito anos. Claro que com o reforço de ótimas contratações atuais e algumas do passado recente. O Flamengo encanta, deslumbra e faz querer ver seu jogo por puro apreço ao futebol. 

Há um pertencimento de qualquer torcedor ao bom jogo jogado de qualquer time afinado. E o Flamengo hoje é este time. Seus torcedores se animam, esquecem os milhares de problemas atuais e fazem do Flamengo um excelente ponto de fuga para um sentimento sublime que é difícil de encontrar na vida real. Torcedores de times adversários que não acumulam raiva e recalque têm a chance de se verem envolvidos nesta enorme paixão e se deixarem levar pelo mais puro sentimento de amor ao futebol.

A torcida levando os jogadores, literalmente, ao aeroporto é uma cena já marcada na história.

O Flamengo sou eu. Você. Todos nós.

Vamos ser campeões vamos Flamengo.

Não deixe de ler também

O MRN depende do apoio de leitores como você para continuar fazendo uma cobertura criativa, propositiva e ética do Clube de Regatas do Flamengo. ➡ Junte-se a nós

Compartilhar: