Diretoria do Flamengo se manifesta sobre venda de Lucas Paquetá

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

O Flamengo finalmente se pronunciou de forma oficial sobre a venda de Lucas Paquetá. Nesta quarta-feira (17), oito dias após o acerto com o Milan se tornar público, o presidente Eduardo Bandeira de Mello, o vice de futebol Ricardo Lomba e o diretor geral Bruno Spindel falaram sobre a transferência, em coletiva realizada na Gávea.

Por causa de uma clausula de confidencialidade, os dirigentes rubro-negros não puderam confirmar os valores da venda. Mas é sabido que o clube italiano desembolsará cerca de 35 milhões de euros para contar com o meia – o clube fica com 70% da quantia, que corresponde a sua parte em relação aos direitos econômicos.

O valor, entretanto, tem sido alvo de muitas críticas por ser inferior ao da multa rescisória (50 milhões de euros).  Questionado sobre o assunto, o vice-presidente de Futebol relativizou o tema.

— A multa é uma proteção de um ativo do clube. Não é um referencial interessante de negociação. Mas chegamos o mais próximo possível, ficamos muito perto do valor da multa. Isso caracteriza uma ótima negociação. E a maior parte do dinheiro fica para o próximo triênio — afirmou Lomba.

Outro tema que tem causado polêmica diz respeito ao momento da negociação, tendo em vista que o Flamengo está vivo na disputa pelo título do Campeonato Brasileiro. Os dirigentes, porém, não acreditam que a venda terá qualquer tipo de interferência na postura em campo de Lucas Paquetá e no rendimento da equipe.

Segundo Bruno Spindel, o fato da venda ter sido sacramentada em outubro possibilita ao clube uma maior tranquilidade na busca por uma peça de reposição.

— Uma das razões pelas quais a gente julga que o melhor momento para fazer a transação era agora era por que o planejamento de janeiro possa ser feito da melhor maneira. Sem ser evasivo, dizendo “o Flamengo está mapeando o mercado”. Não queríamos perder o Paquetá no meio do ano, nem em janeiro. Com a negociação em outubro são três meses para fazer com tranquilidade a reposição do atleta –, afirmou Spindel.

Lucas Paquetá seguirá no Rubro-Negro até o final da temporada.

Confira outros pontos da coletiva

Planejamento para 2019

Lomba: Há algum tempo estamos tendo reunião e pessoas do departamento fazem prospecção do mercado. Diferentemente de outros anos, quando tivemos que usar a janela do meio do ano para contratar, o que queremos é que no início da temporada tenhamos todos jogadores do elenco.

Foco no título

Ricardo Lomba: É importante ressaltar que conseguimos passar pela janela do meio do ano sem perder o jogador. Ele vai ficar até o final do ano e, se tudo der certo, nos ajudará na conquista do Campeonato Brasileiro.

Outras saídas

Bandeira: Até o final do campeonato ninguém entra e ninguém sai.

Tentativa de renovação

Spindel: A negociação do Paquetá não veio de dentro para fora, mas de fora para dentro. Queríamos renovar, não foi possível. Procuramos a melhor solução possível, que era o melhor negócio financeiro, a menor perda desportiva em 2018 e em 2019. Foco total hoje é ser campeão brasileiro.

Parcelamento da venda

Spindel: Não posso dar detalhes. Percentual que vai entrar é de 10% a 15% da transação total. A transação depende de alguns aspectos negociados (o Rubro-Negro receberá bônus de acordo com o desempenho do jogador). Mesmo sem considerar os valores variáveis, o Flamengo vai receber em 2018 e o dinheiro depois fica para o próximo triênio, com mais valores em 2019.

Planos para o dinheiro

Spindel: Vai ser discutido como gastar, estará no orçamento de 2019. Em 2018, vamos fechar a dívida bancária em R$ 26 milhões. Planejamos em R$ 47 milhões. Não teremos, portanto, problema nenhum para fechar o ano.

Quem ganhou com a negociação?

Bandeira: O Flamengo ganha, o detentor do restante do direito econômico ganhou 30%. O percentual do Flamengo era de 70% por que foi assinado o contrato dele em 2013. Na época as regras da Fifa eram diferentes.

Spindel: O Flamengo não pagou comissão nenhuma e ganha seu percentual na negociação.

Real Madrid pode atravessar a negociação?

Spindel: Não tem como outro clube atravessar a negociação e não chegou nenhuma proposta do Real Madrid. A melhor proposta que chegou foi a do Milan. Ninguém ofereceu o valor da multa.

Assista a coletiva

 

Imagem destacada: Gilvan de Souza/ Flamengo


Apoie o MRN e ajude o nosso projeto a melhorar cada vez mais. Com R$ 10,00 por mês você participa dos nossos grupos de discussão no Whatsapp e Telegram. Seja assinante no Picpay: picpay.me/MRN_CRF ou apoiador no Apoia.se: apoia.se/mrn. Pensa em alguma outra forma de parceria? Entre em contato pelo 21 99419-6540.

Inscreva-se no canal no Youtube e acompanhe os programas MRN Live, o MRN Entrevista e muito mais! > bit.ly/canaltvmrn

Leia também

> Flamengo conhece seu caminho no Campeonato Carioca; primeiro clássico ocorre ainda em janeiro

> CBF muda data de Flamengo x São Paulo

> Diego é reserva no primeiro treino para o duelo com o Paraná 

> Flamengo conhece datas e local dos jogos na Flórida Cup 

> Apresentação desastrada do “senhor Waldemar” completa quinze anos 

> Flamengo x Paraná: locais, datas e horários para compra e troca de ingressos

> Com duplo-duplo de Varejão, Flamengo estreia com vitória no NBB

> Calendário do Flamengo no NBB está definido

> Após Paquetá, Flamengo dá um salto e já é o segundo que mais arrecadou com venda de revelações

> Histórica frase de Petkovic na campanha do hexa completa nove anos

> Com saída de Lucas Paquetá, Flamengo corre risco de repetir “geração perdida”

> Sete grandes nordestinos que marcaram época no Flamengo

> Presidente da Assembleia Geral do Fla não descarta eleição em fim-de-semana; data será anunciada este mês

> O Flamengo nasceu do Fluminense? Saiba a resposta neste papo entre pai e filho

> Candidatura de Ricardo Lomba pode ser impugnada

> Flamengo/Marinha soma seus primeiros pontos no Carioca Feminino 2018

Notícias do Flamengo

Blogs