Compartilhar:

O elenco do Flamengo de 2020, que terá a missão de defender as taças da Copa Libertadores e do Campeonato Brasileiro, já superou o conjunto de 2019 em pelo menos um aspecto: valor de mercado.

De acordo com o site Transfermarkt, especialista em transferências do futebol, o elenco rubro-negro vale 144,6 milhões de euros (R$ 670,8 milhões). No ano passado, por exemplo, o número era de 104,7 milhões de euros. Ou seja, uma valorização de 38% após as conquistas e os reforços que chegaram na janela de verão do futebol nacional.

Gabriel Barbosa, o Gabigol, é o mais valorizado pelo site. O valor de mercado do atacante é de 23 milhões de euros (R$ 106,7 milhões). De Arrascaeta, Gerson e Bruno Henrique aparecem também entre os que valorizaram.

Mais caro do continente

O número coloca o Flamengo como o elenco mais caro da América do Sul. Finalista da Libertadores em 2019, o River Plate é vice-líder no quesito. O elenco de Marcelo Gallardo é avaliado em 139,3 milhões de euros. O Boca Juniors completa o “pódio” com o conjunto valendo 122,5 milhões de euros.

No Brasil, o Grêmio é o clube mais valorizado após o rubro-negro carioca. Após agir bastante no mercado da bola, o tricolor vale, segundo o site especializado, 109,15 milhões de euros. O Palmeiras, apontado como grande rival do Flamengo no futebol nacional, está avaliado em 95,85 milhões de euros.

Para 2020, o rubro-negro foi ao mercado e fechou as contratações de Gustavo Henrique, Léo Pereira, Thiago Maia, Michael, Pedro Rocha e Pedro.

O clube carioca também de garantiu a permanência de Gabigol, em negócio com a Inter de Milão. Além disso, Bruno Henrique e Renê renovaram seus vínculos. Reinier e Pablo Marí saíram para Real Madrid e Arsenal, respectivamente,

Compartilhar: