24.4 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, novembro 26, 2020

Dome após empate: ‘Não preciso fazer as cinco substituições’

Técnico explicou o empate do Maracanã, pediu tempo para a torcida do Flamengo e comentou sobre os momentos de Bruno Henrique e Gabigol

MRN Informação | Matheus Fonseca

Após o empate em 1 a 1 no Maracanã entre Flamengo e Grêmio, o técnico Domènec Torrent cedeu uma entrevista coletiva para a repórter Luana Trindade da Fla TV, e respondeu os questionamentos de jornalistas sobre o desempenho da equipe em campo, substituição de Everton Ribeiro e muito mais. Confira trechos da coletiva.

Veja também: Flamengo empata, Gabigol desencanta e diz: ‘Temos que ter paciência’

“Acho que não é obrigatório trocar os 5 jogadores. Especialmente quando eu estou feliz com os jogadores que estão jogando. Quando você está feliz com os jogadores que estavam jogando, eu não preciso fazer cada jogo 5 mudanças”.

“Ele (Everton Ribeiro) estava bem, mas eu precisava abrir o campo. Para abrir o campo gosto mais de jogar com jogadores rápidos. Quando você quer jogar com dois extremos abertos as qualidades de Vitinho e Bruno são outras”.

“Eu não posso jogar com 20 jogadores, joguei com Michael no primeiro jogo e hoje com Vitinho. Quando isso acontece normalmente as pessoas perguntam porque jogou com Michael e não Vitinho, se jogo com Michael e perco perguntam porque não jogo com Vitinho”.

”Esses jogadores precisam de tempo (Bruno Henrique e Gabigol), eu preciso de tempo, mas eu também. Nós treinamos pouco, jogamos 5 jogos em 15 dias e vamos jogar muito mais. Eu confio muito nesses jogadores”.

“Sempre é importante vencer o próximo jogo, para recuperar a confiança. Sei que Botafogo é um clássico importante, mas nós precisamos ganhar, o Botafogo ou qualquer outro adversário”.

O jogo

Domènec entrou em campo com a seguinte escalação: Diego Alves; João Lucas, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique Gabigol. Já o Grêmio de Renato Gaúcho foi de Vanderlei; Orejuela, Kannemann, Pedro Geromel e Bruno Cortez; Maicon, Matheus Henrique e Jean Pyerre; Alisson, Pepê e Diego Souza.

Nos primeiros 45 minutos, o Fla tomou a iniciativa e foi o dono do jogo com a posse de bola. Porém, pouco criava. O Grêmio começou a melhorar na reta final da primeira parte da partida, e aos 43 minutos, Pepê recebeu de Alisson e chutou forte na saída de Diego Alves. 1 a 0 para o Grêmio.

Na etapa complementar, o Grêmio levava o jogo em banho maria até os instantes finais. O Fla de Dome tinha muita dificuldade de criar e pouco ameaçava o gol de Vanderlei. Após uma finalização de fora da área de Vitinho, a bola tocou na mão do zagueiro Kannemann. Aos 45 minutos o árbitro de vídeo entrou em ação, e Traci foi à cabine do VAR para conferir o lance. Após confirmar o pênalti, Gabigol pediu a bola e marcou. Gol do Flamengo, 1 a 1.

Na próxima rodada o rubro-negro enfrenta o Botafogo, às 11h no Maracanã.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Créditos de imagem destacada: Divulgação/Flamengo

Leia também

Notícias do Flamengo

Maradona ou Messi? Zico diz quem é melhor e explica o motivo

Em entrevista realizada no ano passado, Zico declarava Maradona como melhor jogador argentino da hístoria do futebol

Filmes relembram a conquista da Libertadores de 2019 pelo Flamengo

Diversas produções exaltam a Glória Eterna rubro-negra na Libertadores 2019

Flamengo e Athletico vão se enfrentar no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, pela ida da semifinal do Brasileirão Sub-17

Flamengo e Athletico vão se enfrentar no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, pela ida da semifinal do Brasileirão Sub-17

“Maradona, o Flamengo te ama, hoje e sempre”; entenda o contexto da faixa exibida em 1991

Em 1991, após prisão de Maradona, Flamengo exibiu faixa em apoio ao craque

Ex-Flamengo, meia Gabriel é anunciado como reforço do CSA

O jogador foi pouco aproveitado no Coritiba e chega ao clube alagoano para disputar a Série B O meio campista Gabriel Santana, ex-atleta do Flamengo,...

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs

23 de Novembro de 2019. Lima. Peru. Um ano da Glória Eterna

O Flamengo é o que não se explica. Há um ano, a América voltava a ser pintada de vermelho e preto, em um roteiro digno de cinema

Voamos todos na parábola de Diego

Sempre temi o destino de ser um morto soprado de inveja nas bancadas da eternidade, ressentido por um auge tardio do Flamengo

23 de Novembro ficou marcado na história rubro-negra

Nem a vitória parcial do River tirou a certeza de que aquele dia seria abençoado, afinal foi no mesmo dia 23 de novembro

O Flamengo existe porque a vida não basta

Cada um viu um filme diferente. De alguma forma, porém, todos aqueles filmes eram o mesmo. O mosaico do que é ser Flamengo

Quatro marcados, cinco perdidos: o “Pênalti para o Flamengo!” assusta em 2020

Vitinho perde o 5º pênalti do Flamengo em 2020; na temporada, o aproveitamento do clube carioca em cobranças de pênalti é inferior a 50%