Já existe um diálogo entre a CBF e clubes como o Flamengo, para que ainda em 2020 os jogos do Brasileiro possam receber público nos estádios

MRN Informação | Matheus Fonseca

Alguns clubes do futebol brasileiro, entre eles o Flamengo, estão vislumbrando em um futuro próximo a possibilidade da criação de um protocolo unificado, para que mesmo de forma parcial se viabilize a presença de públicos nos estádios em todas as partidas. A informação foi dada em primeira mão pelo jornal O Globo.

Ainda segundo a publicação, um diálogo entre a CBF e estas equipes que buscam receber parte de suas torcidas nos estádios ainda em 2020 já ocorreu, porém, eles enfrentam uma forte resistência da maioria dos clubes e das federações.

Veja também: Bahia x Flamengo: tudo sobre a partida válida pela 7ª rodada

A Prefeitura do Rio de Janeiro já se manifestou sobre o caso, reafirmando que no estado “as torcidas permanecem proibidas nos jogos de futebol e demais competições esportivas na Fase 6A, que teve início nesta terça-feira (01/09)”. A estimativa é que apenas na Fase 3B, exista a tal liberação para os torcedores.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) só se mostra favorável a apoiar a causa quando houver um aval do Ministério da Saúde.

Prejuízo financeiro

O Mundo Rubro Negro publicou uma matéria no último mês, informando o quanto de prejuízo o Flamengo teve em algumas partidas no Maracanã com os portões fechados. No duelo contra o Atlético-MG, pela primeira rodada do Brasileirão, o Fla teve um prejuízo de R$ 183.311,10, com as despesas do estádio.

O cenário para o futuro é preocupante. Se realmente os jogos continuem com portões fechados até o término da competição nacional, o Flamengo acumularia um saldo negativo de R$ 3,5 milhões em sua receita anual. Tudo isso com seus 19 jogos como mandante no Brasileirão. O Mengo estimava faturar um orçamento com bilheteria de mais de R$ 100 milhões nesta temporada.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Se você também acredita, clique aqui e torne-se apoiador do MRN.

Créditos de imagem destacada: Divulgação / Flamengo