Flamengo recebe milhões por venda de Lucas Paquetá ao Lyon

Em balancete divulgado neste sábado, Rubro-Negro revela valores de negociação e mostra que diminui prejuízo apesar da pandemia

O Flamengo conseguiu diminuir o prejuízo causado pela pandemia do coronavírus. Segundo balancete trimestral divulgado pela diretoria, o déficit nos cofres no período de julho a setembro foi de R$ 19,8 milhões. Prejuízo de R$ 6,3 milhões a menos que no trimestre anterior.

A venda de alguns atletas foi responsável por diminuir esse valor. Além dos meninos Vinícius Souza e Caio Roque, que se transferiram para o Lommel SK, da Bélgica, o Rubro-Negro recebeu os 4 milhões de euros (R$ 27 milhões) do Arsenal pela venda de Pablo Marí. Além disso, o clube teve direito a 800 mil euros (R$ 5,3 milhões), valor referente ao percentual de clube formador na venda de Lucas Paquetá. O meia saiu do Milan (ITA) para o Lyon (FRA).

Paquetá chegou a Milan como uma das principais promessas do futebol brasileiro, mas não teve o rendimento esperado no clube italiano, marcando apenas um gol em partidas oficiais pelo clube. No Lyon, o meia tenta reencontrar o futebol o futebol que apresentava no Flamengo. O técnico Tite, parece ter gostado das primeiras atuações de Paquetá no clube francês e voltou a convocá-lo para a seleção brasileira.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Divulgação/Flamengo

- Advertisement -

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here