Maurício Souza elogia partida do Flamengo e comenta reestreia de Rodinei

MRN Informação | Bruno Guedes – O técnico Maurício Souza falou sobre a vitória do Flamengo por 1 a 0 sobre o Coritiba, nesta quinta-feira (10), em Curitiba. De acordo com ele, o time não sentiu os desfalques no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Mas na coletiva de imprensa destacou que no segundo tempo a equipe diminuiu o ritmo e passou a controlar. Elogiando a reestreia de Rodinei, Mauricinho preferiu não polemizar sobre a ausência de Gabigol.

LEIA MAIS: BAP revela ‘desconforto’ com a CBF mas explica situação de Gabigol

Maurício comandou o Flamengo após Rogério Ceni testar positivo para a Covid-19 e entrar em quarentena. Para o treinador, a equipe fez uma boa primeira etapa. Entretanto, concordou com os jornalistas que após o intervalo o time passou a controlar o Coritiba:

“A gente fez um belo primeiro tempo. Conseguimos a vantagem e fizemos um segundo gol que estava legal. No segundo tempo, fomos mais seletivos e controlamos mais o jogo, fomos menos intenso no ataque. Não creio que tenha sido os desfalques, porque o Flamengo mostrou que tem elenco pronto para substituir aqueles que não podem jogar”, afirmou o técnico do Flamengo nesta noite.

De volta ao Flamengo após uma temporada no Internacional, Rodinei fez sua reestreia com a camisa rubro-negra. Vindo do banco, o lateral-direito entrou no lugar de Matheuzinho, que acabou saindo no segundo tempo após receber cartão amarelo no primeiro. Mas segundo Maurício Souza, apesar da boa partida do jovem, a sua saída estava acertada com Rogério Ceni:

“Ele estava fazendo grande jogo. Tomou um cartão no fim do primeiro tempo. O Rodinei vem treinamento muito bem. Foi um pedido do professor Rogério Ceni. Com certeza, ele queria ver um pouco do Rodinei”.

Maurício Souza destaca entrosamento com Rogério Ceni e foge da pergunta sobre Gabigol

Maurício Souza afirmou que Ceni foi importante para o time esta noite, no Couto Pereira. O técnico disse que esteve em contato com Rogério o tempo todo enquanto preparava a equipe nos últimos dias. Contudo, destacou que foi o treinador afastado por conta da Covid quem colaborou para o triunfo:

CONFIRA: Ex-Fluminense xinga Gabigol nas redes sociais

“Mantive o contato o tempo todo com o Rogério. Ele passa bem. Nos falamos por telefone praticamente o tempo todo. O professor Rogério teve bastante para ajeitar a equipe. Mas, talvez, isso tenha sido retratado pelo primeiro tempo que a gente fez. A interação foi a melhor possível. Ele passou muita tranquilidade. É uma pessoa muito presente”, afirmou Maurício Souza.

Ausência da partida, Gabigol não se reapresentou ao Flamengo em Curitiba. Após reclamar de dores enquanto estava na Seleção, uma guerra de versões virou polêmica entre o clube e a CBF. Entretanto, Mauricinho preferiu não polemizar. De acordo com ele, o caso está com a diretoria rubro-negra:

“Fomos comunicados que ele não viria. Mas esse caso está entregue para o departamento de futebol”, finalizou.

Acompanhe o jornalista Bruno Guedes no Twitter

Precisamos do seu apoio para fazer o melhor site de jornalismo sobre o Flamengo. Clique AQUI e saiba como se tornar nosso apoiador!

1 COMMENT

  1. No meu modo de ver, essa convocação para a seleção subiu à cabeça do GABIGOL. Ele está deslumbrado com essa oportunidade de vestir a amarelinha. Mas, está se esquecendo que o clube que o levou a ser convocado foi o Flamengo. Não pode cuspir no prato em que comeu. Merece uma punição exemplar, pois, se não houver essa punição, pode virar bagunça. O GABIGOL deveria se mirar no exemplo que foram o ZICO e cia.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here