Reflexões da Copa América e o Futuro da Seleção Brasileira

Recentemente chegamos ao final de uma Copa América bastante decepcionante para diversos brasileiros. Algumas pessoas viram o que estava vindo, outras torciam pelo bicampeonato. O Brasil foi campeão em 2019 e fez alguns acreditarem que está tudo bem. Agora, em 2021, um alerta disparou na cabeça de vários torcedores já que a Copa do Mundo de 2022 está chegando. Vamos discutir isso e mais um pouco aqui. Neste artigo você vai ler: 

  • O que antecedeu a Copa América 
  • Uma recapitulação da atuação da Seleção Brasileira 
  • Qual o futuro de Tite 
  • A divergência óbvia entre comentaristas esportivos e a torcida 
  • Como as casas de apostas erraram feio 
  • E muito mais 
Soccer, Ball, Stadium, Field, Soccer Stadium, Football

Uma Copa América diferente fora do campo 

Esta edição da Copa América era para ter acontecido na Colômbia e Argentina, mas os dois países se recusaram por causa da pandemia. O Brasil, de forma controversa, aceitou a responsabilidade de sediar a competição. Isto criou um mal estar na mídia e inclusive entre os membros da seleção. O técnico Tite chegou a criticar a realização da Copa aqui e criticou a Conmebol por isso, mas poupou os patrões, isto é, a CBF.  

A atuação da Seleção Brasileira 

O Brasil fez o que tinha que fazer na fase de grupos: Goleou as equipes pequenas e venceu as equipes que tinham alguma força. A coisa toda começou a desandar na fase de grupos. Contra o Chile, o Brasil venceu por 1×0. Até aí tudo bem. Mas contra o Peru na semifinal, que tinha perdido por 4×0 na fase de grupos contra o Brasil, o placar ficou em um pequeno 1×0. Até então poucas pessoas se mostrava apreensivas. Iriamos jogar contra uma Argentina que teve que ir para os pênaltis contra a Colômbia para chegar na final. Antes da Argentina se classificar, o próprio Neymar declarou que queria jogar contra os argentinos. 

A final foi no mínimo apática. O Brasil sofreu um gol com 22 minutos e a Argentina conseguiu segurar o resultado até o final.  

O problema é que não estamos falando de duas grandes seleções entregando tudo o que tem dentro de campo. Na verdade, estamos falando de duas equipes que não estão passando por bons momentos e que fizeram uma partida medíocre. Esse cenário é aterrorizante para qualquer torcedor brasileiro porque estamos nos aproximando da Copa do Mundo. 

O futuro do técnico Tite 

Existe um consenso entre os comentaristas esportivos de que o técnico Tite não vai ser mandado embora da seleção. Não se trata de resultados satisfatórios ou aceitáveis. Acontece que demitir o Tite apenas 1 ano antes da Copa do Mundo seria uma grande dor de cabeça para a seleção de uma forma geral. Inclusive, não há muitos nomes capazes de fazer o trabalho. Além disso, a postura de Tite, de não criticar a CBF, é bastante interessante para os que estão comandando a Confederação. 

O que os especialistas tem para dizer sobre o futuro da seleção 

Existe um consenso entre os comentaristas esportivos, desde os blogueiros do mesmo nível que Luiza Correia, você pode ler mais sobre ela aqui, até os profissionais de grandes emissoras de tv. O consenso é que a seleção Brasileira não vai ser campeã da Copa do Mundo de 2022. Nas últimas 4 edições da competição, o Brasil foi eliminado por uma seleção da Europa. Não há muitos motivos para acreditar que esta freguesia vai acabar em 2022. 

As casas de apostas nem sempre acertam  

Na superfície, é fácil de entender porque o Brasil era favorito entre os apostadores. A equipe era a atual campeã e jogava em casa. Mas quem olha de forma profunda na seleção brasileira consegue enxergar que temos: o jogador mais bem pago do mundo, o goleiro titular do atual campeão da Premier League, um zagueiro campeão da Liga dos Campeões, ao mesmo tempo que fomos incapazes de gerar uma vitória convincente no mata-mata. É bem verdade que a Argentina não fazia uma boa campanha, mas deixar o Brasil como favorito disparado parece um erro claro.  

Brazil, Rio, Landscape, Tourism, Ocean, Mountain

É óbvio que não estamos botando a culpa em alguém especial. Os favoritos das casas de apostas são escolhidos com base em cálculos matemáticos que envolvem a quantidade de apostas que uma equipe recebe. O que nos mostra que vários apostadores erraram feio dessa vez já que a maioria das casas de apostas que aceitam cartão de crédito apontavam o Brasil como favorito disparado. 

Apesar de tudo, iremos torcer de qualquer forma 

São poucos torcedores brasileiros que vão deixar de torcer pela seleção por causa de uma má fase. É até aceitável boicotar a seleção por algo como corrupção na CBF ou coisa parecida. Mas não tenha dúvidas de que os resultados da Copa América estão longe de influenciar a torcida brasileira. Algumas pessoas que entendem bem de futebol já sabem o que provavelmente vai acontecer em 2022, mas a grande parte certamente vai sonhar mais uma vez com o improvável hexa. 

Considerações finais 

Na prática, a Copa América de 2021 só serviu para provar que a Seleção Brasileira não está pronta para a Copa do Mundo. O pior disso tudo é que nada de substancial deve ser feito. Tite continua no comando, os jogadores convocados para a Copa serão praticamente os mesmos e etc. Fazer a mesma coisa e esperar por resultados diferentes é a definição de insanidade para alguns. Mas se o 7×1 não foi o bastante para causar uma reforma no futebol brasileiro, o que mais poderia? 

Precisamos do seu apoio para fazer o melhor site de jornalismo sobre o Flamengo. Clique AQUI e saiba como se tornar nosso apoiador!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here