Rival se anima com queda iminente de Rogério Ceni e sonha com técnico

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Ceni deve deixar o Flamengo no próximo mês

MRN Informação | Yago Martins – Twitter: @YagoM23

O péssimo momento de Rogério Ceni no comando técnico do Flamengo, animou o novo presidente do São Paulo, Julio Casares. De acordo com o Estadão, o mandatário tricolor sempre sonhou em ter Ceni à frente da equipe paulista. E alinhando a má fase no rubro-negro, com as últimas derrotas de Fernando Diniz, este cenário teria grande chances de acontecer na próxima temporada.

Leia também: Técnico campeão da Champions aceitaria treinar o Flamengo; veja valores

Caso Diniz não seja campeão do Brasileiro, sua permanência em Cotia irá ficar insustentável. Com a saída de Raí, que segura o treinador desde a metade da temporada, um novo técnico realmente deve ser contratado pelo São Paulo. Ceni é visto com bons olhos dentro da diretoria, e tem o aval de Muricy Ramalho, novo coordenador de futebol do clube.

Athletico-PR 2 x 1 Flamengo | Ceni na berlinda

O jogo começou com o Flamengo tomando as primeiras ações da partida, porém até os 10 minutos, nenhuma grande chance de gol foi criada. A primeira foi do rival: Carlos Eduardo chutou cruzado e obrigou Hugo Souza a fazer uma grande defesa, no rebote, Renato Kayser finalizou e o goleiro rubro-negro salvou novamente. Aos 25, Nikão cruzou e Abner abriu o placar nas costas do lateral-direito Isla e de Everton Ribeiro: 1 a 0 Athletico.

Aos 33, veio o empate do Flamengo: cruzamento na área de Arrascaeta, e Gustavo Henrique subiu sozinho para empatar: 1 a 1.

Na etapa complementar, Rogério Ceni voltou com a mesma equipe, e o Flamengo continuou controlando a partida, no entanto sem criar uma grande chance de gol. A primeira oportunidade do Mais Querido foi aos 22: Diego lançou Isla, que cruzou por baixo para Arrascaeta finalizar e o defensor do Athletico salvou em cima da linha. Faltando 20 minutos para o fim, Ceni chamou Pepê e Pedro, e substituiu nos lugares de Gabigol e Everton Ribeiro.

No minuto 30, bate e rebate na área do Atlético: Pedro chuta, a zaga corta, e no rebote, Diego finaliza em cima de Pedro Henrique. Aos 34, Arrascaeta saiu para a entrada de Rodrigo Muniz. O desempate do Athletico veio aos 38 com Renato Kayser: 2 a 1. No minuto 41, Ceni sacou Vitinho e Isla, para as entradas de Michael e Matheuzinho, mas não deu tempo para mais nada. Athletico-PR 2×1 Flamengo.

Notícias do Flamengo

Blogs