Gerson responde sobre deboche que sofreu em caso de injúria: ‘Sou nenhum palhaço’

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Gerson participou do quadro da Fla TV que vai ao ar exclusivamente no Facebook do clube

MRN Informação | Yago Martins – Twitter: @YagoM23

Camisa 8 e ídolo do Flamengo, o meia Gerson foi o convidado da Fla TV para uma entrevista no quadro Resenha de Craque, e detalhou todas as polêmicas da partida entre o Mais Querido e o Bahia do último domingo, falando sobre o caso de injúria racial que sofreu do colombiano Ramírez. Em um ponto do programa, o atleta respondeu sobre o deboche que sofreu quando disse que estava sofrendo o ato de racismo no Maracanã.

”Sou um dos caras que menos faço entrevista, não gosto muito de falar. E com uma acusação dessa eu não iria querer aparecer na televisão para poder ganhar mídia, não sou nenhum palhaço. Não ia falar, para depois a minha filha e meus familiares me verem como mentiroso, um cara que tentou ganhar mídia. Eu não preciso disso.

Onde eu tenho que aparecer é ali, no campo, onde eu apareço sempre. Todos jogos do Flamengo passam na televisão, então não tem porque eu querer aparecer para ganhar mídia. Vocês viram que teve deboche, fazer o que? Tenho nada para falar pra eles não, que Deus abençoe eles, vida que segue. Nada vai me parar”, disse Gerson. Clique aqui e assista a entrevista completa.

Leia também: Vai para a Gávea? Flamengo deve ficar sem Maracanã em jogo importante

Dentro de campo, o Fla venceu por 4 a 3 em um jogo tomado por viradas e grandes emoções. Relembre como foi a partida.

Escalações:

Flamengo: Diego Alves; Maurício Isla, Rodrigo Caio, Natan e Filipe Luís; João Gomes, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Juninho Capixaba; George, Edson e Ramon; Rossi, Juan Pablo Ramírez e Gilberto.

O Flamengo começou o jogo mostrando intensidade, e aos cinco minutos, Bruno Henrique recebeu na esquerda, cortou para o meio e finalizou forte de fora da área: 1 a 0. Um minuto depois, Isla cruzou, Gerson escorou e Gabriel Barbosa finalizou próximo à trave de Douglas. Aos 9, Gabigol proferiu ofensas ao árbitro e recebeu cartão vermelho direto, deixando os nervoso a flor da pele.

Aos 22, Nino Paraíba entrou cara a cara com Diego Alves e obrigou o goleiro rubro-negro a fazer uma grande defesa com o pé direito. No minuto 30, Gilberto teve uma chance na pequena área para o goleiro do Mais Querido aplicar mais uma defesa. O desafogo do Flamengo foi aos 32. Bruno Henrique recebeu nas costas do zagueiro, ganhou na velocidade, tocou para trás e Isla ampliou: 2 a 0.

Aos 41, Bruno Henrique recebeu outro passe longo de Arrascaeta, limpou a marcação e obrigou Douglas a fazer uma grande defesa. No minuto 48, o arco e a flecha aconteceu novamente. Bruno Henrique recebeu um lindo passe do meio uruguaio e perdeu um gol feito.

Na segunda etapa, o Bahia diminuiu logo nos primeiros minutos com Ramires. O empate veio aos 10, com Gilberto de fora da área. A virada veio com Gilberto novamente, após cruzamento de Rossi: 3 a 2. João Gomes recebeu uma bola de Everton Ribeiro aos 18, e quase empatou, finalizando a bola na trave. Aos 26, Rogério Ceni substituiu pela primeira vez: saiu Arrascaeta para a entrada de Pedro e deu certo. No minuto 37, Filipe Luís recebeu na esquerda, cruzou e Pedro de peito empatou: 3 a 3. A virada veio aos 44, Pedro recebeu, girou bonito e tocou para Vitinho marcar: 4 a 3.

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs