Compartilhar:

Flamengo massacra o Athletico no Maracanã. Zico guarda dois e Vítor deixa o dele também

Em 12 de maio de 1983, há exatos 37 anos, o Flamengo massacrou o Athletico Paranaense no Maracanã. Zico guardou dois e o ótimo meio-campista Vítor deixou o dele também.

O jogo foi válido pela Semifinal do Campeonato Brasileiro daquele ano. O ano do Tri.

O Flamengo foi a campo com Cantarelli; Leandro, Mozer, Marinho e Júnior; Vítor, Élder, Adílio e Zico; Júlio César (Figueiredo) e Baltazar (Robertinho).

O primeiro gol do Flamengo foi ao fim de do primeiro tempo, aos 40, quando Julio César escorou de cabeça para o meio da pequena área e Zico com muito oportunismo completou, também de cabeça, para o fundo da rede.

Veja também: Biografia Rubro-Negra – Capítulo 1: Um 1973 para esquecer e o começo de 74; Zico vira titular com Joubert

No segundo tempo, Vítor chutou forte da meia esquerda e ampliou o marcador. O terceiro foi do Galinho batendo penalidade sofrida por Robertinho com perfeição, sem chance para o goleiro Roberto, destaque paranaense. Mozer foi expulso.

Alguns dos quase 110 mil torcedores rubro-negros que compareceram naquela tarde não sabiam que estavam correndo grande perigo. Uma sala que servia como depósito de copos, embaixo das arquibancadas, pegou fogo durante a partida. Os bombeiros foram chamados e pouco puderam fazer: não havia água no Maracanã. Para a sorte de todos, o incêndio acabou não se espalhando.

O jogo da volta acabou por mostrar o quão importante foi o placar largo no Maior do Mundo. Mas isso já é uma história para outro #MRNhistória.

Clique aqui e apoie o MRN com apenas R$ 5,00 mensais.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Reprodução / Youtube

Não deixe de ler também

Compartilhar: