Compartilhar:

Isla recusou uma proposta do Boca com o argumento de que priorizava uma permanência na Europa, porém dias depois acertou com o Flamengo

MRN Informação | Yago Martins – Twitter: @Yago_Martins23

Na manhã deste sábado, o lateral-direito chileno Isla desembarcará no Rio de Janeiro, para ser apresentado como novo reforço do Flamengo. O jogador de 32 anos foi anunciado nesta semana, e a repercussão na imprensa da América do Sul foi grande. Os jornais argentinos TyC Sports e TNT Sports destacaram o antigo interesse do Boca Juniors no atleta. Isla recusou uma proposta da equipe da La Bombonera com o argumento de que priorizava uma permanência na Europa, porém dias depois acertou com o Flamengo. Confira.

O perfil oficial da Seleção Chilena e da Conmebol Libertadores, também desejou boas vindas ao novo atleta do Mais Querido.

Isla assinou contrato até dezembro de 2022 com o rubro-negro. O lateral vestirá a camisa 44 no clube, já que a 4 que sempre costumou usar na carreira está ocupada pelo zagueiro Léo Pereira. O clube acredita que terá tempo suficiente para resolver todas as questões burocráticas e ter o atleta contra o Santos, dia 30 de agosto, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Veja também: João Guilherme: ‘Torcida do Flamengo já perdeu a paciência com o Dome’

Quem é Maurício Isla

Isla tem 32 anos e com uma carreira consolidada no futebol europeu. Revelado na categoria de base da Universidad Católica, o lateral passou pela Udinese de 2017 até 2011, até se transferir para a Juventus, onde atuou por quatro temporadas. Neste período pela Juve conquistou os títulos da Liga Italiana em 2012/13, 2013/14 e da Supercopa da Itália em 2012, 2013 e 2015.

Após deixar o futebol italiano, Isla teve uma passagem pelo futebol inglês e defendeu o Queens Park Rangers na Premier League. Logo após foi para a França atuar pelo Olympique de Marseille, voltou para a Itália para atuar pelo Cagliari e estava no Fernebahçe da Turquia até este ano.

Na seleção do Chile, Isla também tem história. Estreando em 2007, o lateral foi titular de seu país nas Copas de 2010 e 2014, sendo campeão da Copa América em 2015 e 2016. A ida para o Flamengo o ajudaria a manter um nível considerável em busca de ser convocado por Reinaldo Rueda para o Mundial de 2022.

Ajude a divulgação rubro-negra de qualidade: Seja apoiador do MRN e participe do nosso grupo de Whatsapp.

Créditos de imagem destacada: Reprodução

Compartilhar: