“Sou eu que vou sair, porra!”: Gabigol disse, e juiz o expulsou por isso

A FERJ divulgou a súmula do Fla x Flu, na qual ocorre a retratação do árbitro, explicando o motivo da expulsão do Gabigol

MRN Informação | Ighor Lopes

Após o primeiro jogo da final do Campeonato Carioca, muitas críticas foram feitas à arbitragem pelo lado rubro-negro, principalmente pela expulsão do atacante Gabigol, em lance extremamente confuso ao final da partida. Nesta segunda-feira, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) divulgou através de seu site oficial a súmula do confronto, na qual ocorre a retratação do árbitro, explicando o motivo pelo qual ele realizou a aplicação do cartão vermelho ao artilheiro rubro-negro, no minuto 47 do segundo tempo. 

O juiz Wagner do Nascimento Magalhães explica a ação na quarta página do documento, com a justificativa de que o camisa 9 da Gávea teria sido expulso por uma reclamação acima do tom, ao realizar a saída do gramado para a não concretizada substituição pelo zagueiro Léo Pereira. 

O árbitro afirma: “Aos 45+2 do segundo tempo, expulsei o sr. Gabriel Barbosa Almeida do C.R Flamengo, por uma segunda advertência, por reclamação, quando perguntei ao quinto árbitro quem iria sair. Nesse momento o mesmo falou as seguintes palavras: ‘Sou eu que vou sair, porra!’ em voz alta. O fato ocorre no meio do campo”. Com isso o atacante encerra sua participação no campeonato, com até então, a artilharia da competição com 8 gols, empatado com João Carlos do Volta Redonda 

- Advertisement -

O provável substituto do jogador, que desfalcará o jogo de volta da final, deve ser o centroavante Pedro, lembrando que o Mais Querido também deve contar com o retorno de Bruno Henrique, poupado do jogo deste domingo. A partida de quarta voltará a ter transmissão através da TV aberta, com o canal SBT, além da exibição com imagens no canal oficial do clube no Youtube, a FlaTV. 

2 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here