26.1 C
Rio de Janeiro
sábado, janeiro 16, 2021

Junior Baiano fala sobre soco em Edmundo no Flamengo x Vasco de 1992; veja a briga

Bruno Guedes
Jornalista e Historiador, é apaixonado por futebol bem jogado. Já atuou na Rádio Roquette Pinto e como colunista no Goal.com.

Episódio entre Junior Baiano e Edmundo aconteceu em um Flamengo e Vasco, pelo Campeonato Brasileiro de 1992

MRN Informação | Bruno Guedes – Twitter: @eubrguedes

Um dos convidados do ‘Arena SBT‘ da última segunda, 14, o ex-zagueiro Junior Baiano disse não estar arrependido do soco que deu em Edmundo. O episódio, um dos mais lembrados das carreiras de ambos, aconteceu em um Flamengo e Vasco, pelo Campeonato Brasileiro de 1992. De acordo com o jogador, apenas revidou a provocação do Animal.

Respondendo ao também ex-rubro-negro Émerson Sheik, que recordou o caso, Baiano disse que foi provocado e apenas “deu o troco”: “Não (me arrependo)! Porque eu tomei um tapa antes. Eu tive que dar o troco, faz parte. Foi empate. Só que meu soco foi… bem dado.”, disparou para risada do atacante.

À época, Edmundo tentou driblar Junior no lado direito de ataque do Vasco. Perto da linha de fundo e em frente ao árbitro auxiliar, Baiano disparou um soco no jogador do Vasco, que caiu. Logo depois, as imagens de TV mostraram o rosto do Animal vermelho. O atacante reclamou: “Tem que mostrar, é brincadeira!”.

LEIA MAIS

Abel Braga detona diretoria do Flamengo

Natan deve ser o companheiro de zaga de Rodrigo Caio para 95% dos leitores

Lateral do Del Valle interessa ao Flamengo, diz imprensa

Ainda durante o programa, Junior Baiano também lembrou sobre o caso do Ronaldo, no dia da final da Copa do Mundo de 1998. Titular da Seleção, o zagueiro disse que viu Edmundo alertando sobre o Fenômeno estar passando mal:

“Eu acho que isso já foi falado mais de 1000 vezes, depois do almoço, eu escutei uns gritos, quando vi era o Edmundo correndo para o outro prédio da comissão técnica. Perguntei o que era e ele disse que o Ronaldo estava passando mal. Quando cheguei ele estava passando muito mal, não sei dizer o que era, mas estava bem mal”, recordou.

Considerado um dos grandes defensores do futebol brasileiro nos anos 90, contudo, Baiano disse que não sabe se seria titular da Seleção hoje em dia: “Hoje, não sei se seria titular, estaria no bolo.”, afirmou o zagueiro, que atualmente tem 50 anos e é treinador de futebol.

RELEMBRE O CASO

Notícias do Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs