Compartilhar:

Durante toda manhã desta sexta-feira, a Conmebol promoveu uma reunião por videoconferência e definiu o retorno das competições sul-americanas. A Libertadores irá reiniciar no dia 15 de setembro, enquanto a volta da Copa Sul-Americana será no dia 27 de outubro. E essa decisão pode ajudar o Flamengo a manter em seu comando técnico, o Mister Jorge Jesus.

Um dos motivos que a imprensa de Portugal coloca como fundamental para a volta do treinador para o Benfica, eram as incertezas do calendário do futebol brasileiro e sul-americano. Porém, já na última semana, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Rogério Caboclo, cravou a volta do Campeonato Brasileiro para o dia 9 de agosto. A Copa do Brasil terá seu retorno no dia 26 do mesmo mês.

Nosso planejamento vem desde o início da pandemia. Planejamos uma semana na semana qualificada ou grave. Discutimos diariamente. Decidimos a Série A em uma reunião que durará quatro horas. A Série B iniciada na exibição, dia 8. Definimos a Série C também. Foi copiada por eles. A Copa do Brasil fica no dia 26”.

Para a alegria da torcida do Flamengo, o mesmo movimento foi feito pela Conmebol. Além de definir as datas de volta, foi revelado também que as finais da Libertadores e Sul-Americana estão previstas para janeiro de 2021, atravessando a temporada de 2020. Ainda não foi confirmado pela Confederação Sul-Americana de Futebol se o Maracanã continuará sendo o palco da grande decisão da Liberta.

Antes da Libertadores ter sido paralisada em março, o Flamengo era o segundo colocado de seu grupo. O Mais Querido em duas rodadas venceu o Junior Barranquilla por 2 a 1 na Colômbia, e goleou o Barcelona de Guayaquil no Maracanã por 3 a 0. O Fla só não é líder do grupo A, pelo saldo de gols. O Independiente del Valle também tem 100% de aproveitamento e fez um gol a mais que o rubro-negro (6 contra 5).

Créditos de imagem destacada: Divulgação/Flamengo

Compartilhar: