Compartilhar:

O comentarista do Sportv André Loffredo acusou Gabigol de plágio por parodiar a frase “Se é para o bem de todos e a felicidade geral da Nação, digo ao povo que fico”, de Dom Pedro I, ao anunciar no Twitter sua permanência no Flamengo.

“Tirando o plágio, que eu acho que tá na moda plagiar figuras históricas. O Dia do Fico foi há 198 anos, no final de janeiro. Essa frase é de Dom Pedro I…. Dom Pedro II”, disse Loffredo, acertando primeiro qual dos Dom Pedros tinha dito a frase e errando na “autocorreção”. “Mas eu acho que tá na moda, todo mundo tá empolgado pegar uma frase de alguém, colocar ali e dizer que é dele. Como as pessoas perderam um pouco a referência histórica…”

A apresentadora do Sportv News, Janaína Xavier, retrucou, dizendo que a frase de Gabigol faz sentido já que a torcida do Flamengo estava esperando o anúncio há meses, desde antes da final da Libertadores.

Plágio significa apresentar como própria uma obra (artística, científica, intelectual) de autoria de outra pessoa. Já o que Gabigol fez, na realidade, foi uma clara referência à conhecida frase de D. Pedro I — mesmo sem citar nominalmente o imperador do Brasil, o que não cabia no contexto em que a frase foi utilizada pelo jogador.

Um bem-humorado torcedor do Flamengo, porém, foi ágil em modificar o verbete sobre o Dia do Fico na Wikipédia. O post original já foi restaurado, mas por alguns momentos ele chegou a ficar assim:

Image

Não é a primeira vez que André Loffredo se destaca com declarações absurdas sobre o Flamengo. No fim de 2016, o comentarista ganhou 15 minutos de fama ao questionar a origem do dinheiro do Flamengo quando o clube negociava a contratação do argentino Darío Conca,

Compartilhar: