Compartilhar:

Um dos principais escritores brasileiros, o gaúcho Luis Fernando Verissimo, torcedor do Internacional, foi questionado pela Folha de S.Paulo se “o futebol brasileiro ainda existe”.

A resposta de Verissimo, que está com 83 anos, foi sucinta: ” O futebol brasileiro hoje parece ser o Flamengo com um deserto em volta.”

Entre os muitos temas de suas crônicas, publicadas atualmente em “O Estado de S. Paulo”, o futebol é um dos mais frequentes, tanto que os principais textos de Luis Fernando Verissimo sobre o tema foram reunidos na coletânea “Time dos sonhos“.

Ele também costuma participar da cobertura de Copas do Mundo. Colorado fanático, foi o único que não elegeu Zico numa seleção de gênios do futebol brasileiro entre 1970 e 1992, publicada pela Placar, optando por jogadores do Internacional como Claudiomiro e Lula, o que dá dimensão do elogio que ele faz agora ao Flamengo.

Em 2019, além de sobrar no Campeonato Brasileiro, sendo campeão com 16 pontos de vantagem e o recorde de pontos da História, o Flamengo foi campeão da Libertadores eliminando o Internacional de Verissimo e o Grêmio, principal rival do cronista gaúcho, no caminho para a final.

Compartilhar: