Maurício Souza fala de equilíbrio do Flamengo contra o Macaé e elogia trabalho na base

Isaac Simoes
Jornalista, apaixonado por esportes e pela cultura fantástica do futebol. Trabalhei na TV Pajuçara (afiliada da Record em Alagoas), no Jornal Gazeta de Alagoas e no Portal Gazetaweb. Atualmente sou redator nos portais Mundo Rubro-Negro e Esporte Alagoano. Me siga nas redes sociais @isaac_siimoes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

MRN Informação | Isaac Simões – – O Flamengo segue com 100% de aproveitamento no Carioca. Atuando com uma equipe formada por garotos das categorias de base, o Fla bateu o Macaé por 2 a 0, neste sábado (6), no Maracanã e chegou a seis pontos no Estadual. Na coletiva, o técnico Maurício Souza elogiou o desempenho do grupo e ressaltou o trabalho realizado pelo clube com os garotos.

“Acho que os anos comprovam que a base do Flamengo é vencedora, que consegue trazer resultados competitivos e financeiros ao clube. As jogadas que tivemos mais êxito foram de cruzamento, em que colocamos a bola para dentro do gol. Porém, nossa equipe foi totalmente equilibrada. Não podemos esquecer o giro do Rodrigo que protegeu e finalizou. A jogada do pênalti do Pepê, o chute na trave do Gomes. Foram vários ataques que me deixaram satisfeito. Não existe surpresa para mim, é uma equipe qualificada, que entende e sabe os caminhos para chegar ao gol”, afirmou.

Leia também: Faro de gol: conheça Rodrigo Muniz, o novo artilheiro do Flamengo

Esta foi a segunda vitória consecutiva do Mais Querido no Estadual. Na estreia, o Mengão havia batido o Nova Iguaçu por 1 a 0. Assim, o Rubro-negro lidera o torneio com seis pontos ganhos.

Evolução da base

Aliás, na visão de Mauricinho, a equipe demonstrou evoluções em relação ao jogo da última terça-feira (2). Entretanto, o treinador ressaltou a necessidade de seguir melhorando.

“Acho que controlamos mais os ânimos. Tivemos um time mais coeso, selecionamos melhor as jogadas, tivemos mais força no terço final. A gente conseguiu definir mais as jogadas, porque se você comparar, as posses de bola se equivalem nos dois jogos, mas o número de finalizações aumentou muito, porque demos 19, com oito no gol. Contra o Nova Iguaçu tivemos a bola, circulamos, mas faltou um pouquinho mais de definição, um capricho. Falei isso para eles que fizemos um grande jogo, mas é daí para melhor, porque temos sempre que evoluir”, observou.

As duas vitórias aumentam a confiança do grupo rubro-negro para a sequência do Estadual. Por isso, Maurício Souza fez questão de destacar o fator psicológico da equipe neste sábado.

Veja mais: Com peças em idade avançada, Flamengo tem desafio no mercado para equilibrar elenco em 2021

“Acho que foi determinante não estar tão nervosos quanto estávamos no primeiro jogo. Era uma estreia, com garotos, jogando contra uma equipe profissional. Apesar dessa equipe ser ainda mais pesada fisicamente, é bom que a gente reforce o quanto ainda jogamos bem, porque parece que não jogamos contra ninguém, mas não é verdade. É uma equipe qualificada, de bons valores individuais, bem treinada, com jogo aéreo muito forte, tínhamos estudado isso. Acho que com a sequência de jogos você acaba evoluindo”, falou o treinador.

O Flamengo volta a campo no próximo domingo (14) para fazer o clássico contra o Fluminense, no Maracanã, às 18h.

Isaac Simões no Twitter e Linkedin.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs