Mauro Cezar sobre Lincoln: “O Flamengo perdeu a chance de vender bem”

Denise Neves
Futebol e política se misturam sim. @eudeniseneves

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

O jornalista Mauro Cezar Pereira faz críticas ao amadorismo do departamento de futebol do Flamengo ao administrar a carreira do atacante

Nesta última quinta-feira, 14, o jornalista Mauro Cezar Pereira fez uma análise sobre a venda de Lincoln ao Vissel Kobe em vídeo publicado no seu canal no YouTube. Mauro Cezar afirma que a venda foi um bom negócio para o Flamengo e fundamentaliza a sua opinião fazendo críticas muito bem colocadas sobre as falhas cometidas pelo departamento de futebol rubro-negro ao administrar a carreira do atacante.

Mauro Cezar critica o departamento de futebol em administrar a carreira de Lincoln desde a era de Eduardo Bandeira de Mello, quando foi recusado uma oferta de cerca de 10 milhões de euros pelo jogador. Já na gestão de Rodolfo Landim, mais uma vez Lincoln deixou de ser vendido, desta vez por cerca de 5 milhões de euros.

Ao analisar a recusa do Flamengo em vender o jogador enquanto ainda era uma promessa, Mauro Cezar Pereira faz críticas a promoção precoce de Lincoln, antes da base, para o elenco profissional do Flamengo.

O jornalista atribui esse equívoco do departamento de futebol do clube a um puro deslumbramento pelo momento de Vinicius Jr, também cria da base na época. Em seguida, o jornalista faz análises contundentes sobre as discrepantes diferenças entre o nível de Vinicius Jr em comparação a Lincoln.

Mauro Cezar Pereira afirma ainda que os crias do Ninho do Urubu devem ser aproveitados enquanto são promessas, coisa que o Flamengo não fez em relação a Lincoln, que acabou que se tornou uma promessa que não se concretizou até hoje.

Durante a sua passagem pelo profissional do Flamengo, Lincoln se tornou um combo de falhas táticas, com destaque para a mais recente quando perdeu um gol inacreditável contra o Atlético-GO, que poderia ter decidido a partida terminada em 1 a 1. Esse momento desastroso é lembrado por Mauro Cezar, inclusive.

Após passar por momentos conturbados dentro e fora de campo, com sucessões de falhas injustificáveis e insatisfação da nação rubro-negra, Lincoln enfim dá adeus ao Flamengo e acertou sua ida para o clube japonês Vissel Kobe, conforme anunciado pela imprensa nesta última quinta-feira, 14.

Mauro Cezar conclui afirmando que, mesmo tardia, a venda de Lincoln foi um bom negócio para o Flamengo, sobretudo para o equilíbro dos cofres rubro-negros, que estão comprometidos em razão dos desdobramentos da pandemia do novo coronavírus e do alto investimento em outros jogadores, como o Pedro, por exemplo.

Confira a análise de Mauro Cezar Pereira:

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs