Meia do Barcelona-EQU abre o jogo e deixa recado para o Flamengo

banner-yago martins

Na noite da última quarta-feira (22), o Flamengo venceu o Barcelona de Guayaquil por 2 a 0 pelo jogo de ida da semifinal da Copa Conmebol Libertadores e se aproximou da grande decisão continental pela terceira vez em sua história.

No entanto, para o meia-campista Michael Carcelén, nada está perdido para os equatorianos. Em entrevista pós-jogo no Maracanã, o atleta mostrou a convicção que o Barcelona reverterá o quadro em seus domínios.

- Advertisement -

“Tivemos várias oportunidades para marcar, agora temos de nos fortalecer em casa e buscar o resultado que queremos.

Para passar a chave, só temos de vencer, mas temos a fé e a convicção de que faremos as coisas bem em casa“, disse Carcelén.

barcelona flamengo
Foto: Twitter / Barcelona SC
- Advertisement -

Caso o Flamengo faça um gol no El Monumental, obriga o Barcelona a marcar quatro vezes e não levar mais nenhum. O jogo de volta está marcado para a próxima quarta, às 21h30 (horário de Brasília).

Leia também: Flamengo x CAP: CBF define quem fará a volta em casa na semifinal da Copa do Brasil

O jogo | Flamengo 2×0 Barcelona-EQU

bruno henrique flamengo barcelona
Fotos: Gilvan de Souza/Flamengo

GOLS: Bruno Henrique (FLA – duas vezes);

ESCALAÇÕES:

FLAMENGO: Diego Alves; Isla, Rodrigo Caio, David Luiz e Renê; Willian Arão, Andreas Pereira e Everton Ribeiro; Vitinho, Bruno Henrique e Gabigol

BARCELONA-EQU: Burrai; Castillo, León, Riveros e Pineida; Molina, Piñatares e Damian Diaz; Martínez, Preciado e Mastriani

PRIMEIRO TEMPO

O Barcelona iniciou a partida tentando se impor. Nos primeiros minutos, Diego Alves aplicou uma grande defesa e segurou o ataque equatoriano. Aos poucos, o Flamengo foi se acertando na partida. Andreas Pereira, David Luiz, Rodrigo Caio e Bruno Henrique vinham crescendo e o gol justamente foi do camisa 27. Gabigol fez um lindo cruzamento e BH de cabeça abriu o marcador.

Antes do segundo gol, Andreas Pereira e Bruno acertaram a trave. Mas nada que evitasse a festa da Nação. Gabigol puxou o contra-ataque, achou Vitinho por dentro que tocou para Bruno Henrique marcar mais um: 2 a 0 Flamengo. No fim, Nixon Molina foi expulso pelo lado do Barcelona.

SEGUNDO TEMPO

Nos últimos 45 minutos, o Flamengo de Renato Gaúcho iniciou criando oportunidades de marcar o terceiro, mas os equatorianos reagiram e mesmo com u a menos equilibrou a peleja. A partida foi levada em banho maria até a expulsão de Léo Pereira, que causou a ira de Diego Alves e do técnico Renato Gaúcho à beira do gramado. Por outro lado, mais nenhum outro gol saiu no Maracanã.

Yago Martins no Twitter e Instagram

Precisamos do seu apoio para fazer o melhor site de jornalismo sobre o Flamengo. Clique AQUI e saiba como se tornar nosso apoiador!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here