27.5 C
Rio de Janeiro
terça-feira, novembro 24, 2020

Como o Flamengo errou na saída de bola contra o Internacional

Um raio-x da tão criticada saída de bola do Flamengo através de imagens; erros que podem ter custado os três pontos do Mais Querido

Blog Flamengo em Foco | Rafael Bizarelo – Twitter: @rafxzel

Em partida válida pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Flamengo empatou em 2 a 2 com o Internacional. Após deixar a desejar na saída de bola na primeira etapa, o Flamengo conseguiu se recuperar no segundo tempo, pressionando o adversário durante grande parte do tempo, e conseguindo um merecido gol nos acréscimos em uma cabeçada de Everton Ribeiro.

Ainda que tenha melhorado muito na segunda parte do jogo, a defesa do Flamengo acabou por falhar nos dois gols do Internacional, além de conceder outras chances no primeiro tempo. Aqui irei explicar, através de imagens, os erros cometidos pelo setor defensivo ao adversário.

O primeiro gol

Aos seis minutos de jogo, Isla já se complicou com a pressão do Internacional. Percebe-se o posicionamento de Patrick fechando o campo de visão do lateral direito e pressionando o chileno, além de Thiago Galhardo marcando Gustavo Henrique e, por fim, Abel Hernández na frente de Filipe Luís caso exista uma tentativa de inversão de jogo. A única opção desmarcada de passe era Neneca, mas para poder tocar a bola para o goleiro, Isla precisaria fazer um giro com o intuito de usar o seu melhor pé.

saída de bola do flamengo
Arte: Rafael Bizarelo / MRN

Assim que faz o giro, Isla sofre uma pressão muito forte de Patrick e Galhardo, que correm atrás do chileno. O lateral direito do Flamengo toca para dentro da área, e Abel Hernández abre o placar para o Internacional.

Arte: Rafael Bizarelo / MRN

O segundo gol

O segundo gol do Internacional saiu de mais um erro do setor defensivo do Flamengo, que sucumbiu mais uma vez à pressão do adversário. Dessa vez, Isla faz um passe muito arriscado para Gustavo Henrique, que encontrava todas as opções próximas cercadas por jogadores rivais, como a imagem mostra de forma clara. Os dois jogadores que estavam desmarcados eram Filipe Luís no lado esquerdo e Neneca no gol.

Gustavo Henrique recebia uma pressão de Abel Hernández, que chegava correndo para roubar a bola do zagueiro e, por isso, tenta um giro para jogar a bola para Neneca. O passe foi fraco, e parou no peito de Thiago Galhardo, que colocou o Internacional na frente do placar mais uma vez.

saída de bola do flamengo
Foto: Rafael Bizarelo

Após o gol, o Inter continuou a pressionar no primeiro tempo. Em lançamento de Marcos Guilherme, Natan quebra a linha defensiva, e Thiago Galhardo tem espaço para avançar. Gustavo Henrique não alcança o camisa 17 do Internacional, mas Neneca faz a defesa para impedir o terceiro do adversário.

Foto: Rafael Bizarelo

O último lance de perigo do Internacional foi em um impedimento que aconteceu por poucos centímetros. De costas, Gustavo Henrique não percebeu Thiago Galhardo por trás, e após um passe longo, o jogador adversário faz a corrida e chuta com uma cavadinha para dentro do gol. Mesmo com o impedimento, a falta de atenção do setor defensivo é perceptível, além da falta de velocidade para acompanhar a corrida, presente também no lance anterior.

Na segunda etapa, o Internacional pouco ofereceu perigo ao Flamengo, e nenhum lance claro de falha defensiva do rubro-negro foi visto para ser destacado.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Ricardo Duarte / Internacional

Leia também

Notícias do Flamengo

Gabigol com a camisa do Boca gera discussão acalorada em programa argentino; assista

Gabigol posou para tirar foto com a camisa do Boca nas dependências do clube. Todos os detalhes você encontra no site do Mundo Rubro Negro

Veja as escalações que Ceni pode utilizar para Racing x Flamengo

Ceni terá os retornos de Filipe Luís e Gabigol para escalar a equipe que enfrentará o Racing nesta quarta, às 21h30. Detalhes no MRN

Willian Arão revela treinos de Rogério Ceni e mudança em relação a Domènec

Willian Arão projetou jogo difícil contra o Racing, mas revelou que o Flamengo não pretende mudar o estilo e vai jogar de forma ofensiva

Cano dá dicas ao Racing e exalta Flamengo: ”Jogam em outro nível”

Em entrevista ao Diario Olé, atacante do Vasco elogiou o Flamengo. Todos os outros detalhes na matéria do site Mundo Rubro Negro

‘Nenhum interesse’, diz Marcos Braz sobre Renato Gaúcho para substituir Domènec

Vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, afirma que o nome de Renato Gaúcho não foi cogitado para substituir o ex-técnico do clube

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Blogs

23 de Novembro de 2019. Lima. Peru. Um ano da Glória Eterna

O Flamengo é o que não se explica. Há um ano, a América voltava a ser pintada de vermelho e preto, em um roteiro digno de cinema

Voamos todos na parábola de Diego

Sempre temi o destino de ser um morto soprado de inveja nas bancadas da eternidade, ressentido por um auge tardio do Flamengo

23 de Novembro ficou marcado na história rubro-negra

Nem a vitória parcial do River tirou a certeza de que aquele dia seria abençoado, afinal foi no mesmo dia 23 de novembro

O Flamengo existe porque a vida não basta

Cada um viu um filme diferente. De alguma forma, porém, todos aqueles filmes eram o mesmo. O mosaico do que é ser Flamengo

Quatro marcados, cinco perdidos: o “Pênalti para o Flamengo!” assusta em 2020

Vitinho perde o 5º pênalti do Flamengo em 2020; na temporada, o aproveitamento do clube carioca em cobranças de pênalti é inferior a 50%