Compartilhar:

Avaliado como o melhor jogador do mundo dentre os nascidos em 2002 e com multa rescisória no valor de 50 milhões de euros, o  jovem Reinier Jesus, de apenas 16 anos, já desperta o interesse das pessoas que acompanham o futebol de base, e também dos gigantes europeus. Camisa 10 de extrema habilidade, com visão de jogo diferenciada e ótimo poder de finalização, o Garoto do Ninho é constantemente comparado ao ex-meia Kaká e tem como sua maior inspiração o ídolo francês Zinedine Zidane.

A GOLmaisGOL, produtora de vídeos especializada na área esportiva, divulgou os principais lances do atleta no Campeonato Sul-americano Sub-15, no ano passado, pelo Brasil (veja abaixo).

Leia também: Certo por linhas tortas? Garotos do Ninho se destacam em momentos complicados

Para se ter uma ideia do crescimento de Reinier no Flamengo, ele já está na equipe sub-20 e o clube começa a fazer planos para utilizá-lo no profissional, em 2019. Na primeira semana da intertemporada durante a Copa da Rússia, o meia esteve treinando com a equipe principal, no Ninho do Urubu. No jogo-treino contra o Bangu, marcou um dos gols na vitória por 7 a 0.

Em fevereiro deste ano, ele assinou seu primeiro contrato profissional com o Flamengo, válido até 2021.

Confira alguns números individuais do meia

Reinier foi o artilheiro do Estadual Sub-15, em 2017, anotando 25 gols em 25 jogos, na campanha que culminou com o vice-campeonato do Flamengo. O jogador também participou da conquista da Copa Brasil Votorantim, principal torneio da categoria. Apesar da medalha de prata na Copa da Amizade Brasil-Japão, o meia também terminou a competição como artilheiro, marcando seis gols.

Já no final do ano passado, Reinier marcou sete gols em oito jogos, sendo o artilheiro e eleito craque da Cruzeiro International Cup. Na ocasião, o atleta fez um “hat-trick” e deu uma assistência na vitória por 4 a 0 sobre o Internacional, na grande decisão.

Em 2018, atuando pela Seleção Brasileira, o Garoto do Ninho foi eleito o melhor jogador do Torneio de Montaigu, na França – uma espécia de mundialito sub-17. Na competição, o meia balançou as redes em quatro oportunidades.

No Campeonato Internacional Sub-16 de Dubai, também neste ano, foi fundamental para a conquista do título. Marcou nove golse deu oito assistências, em cinco jogos. Na final contra o Real Madrid, foi o autor do passe que deixou Jean Carlos na cara do gol para empatar a partida aos 49 minutos da segunda etapa. Nos pênaltis, o Flamengo superou a equipe espanhola.

Imagem destacada: arquivo pessoal do atleta


Quer que esse trabalho continue? Então precisamos que você torne-se apoiador do site! Acesse apoia.se/mrn e saiba como é fácil contribuir a partir de 5 reais mensais.

Compartilhar: