Não adianta se queixar: como Pedro se tornou o artilheiro do Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artilheiro do Flamengo no Campeonato Brasileiro, Pedro mostra a sua máquina de gols ao garantir diversas atuações de alto nível

Blog Flamengo em Foco | Rafael Bizarelo – Twitter: @rafxzel

Pedro conseguiu ser o artilheiro do Flamengo no Brasileirão em pouco tempo com a camisa do clube da Gávea ao mesmo tempo que tornou-se também um dos jogadores mais importantes para a equipe. Com a sua veia artilheira, o jogador é peça-chave para as vitórias do time treinado por Domènec Torrent. Atualmente Dome tem o atacante como uma peça quase que insubstituível, até mesmo com Gabigol voltando em busca de um espaço.

Jogos como as derrotas por 1-0 contra o Atlético Mineiro, 3-0 contra o Atlético Goianiense e 5-0 contra o Independiente del Valle colocaram pontos de interrogação no futuro do Flamengo, que parecia jogar um futebol pouco capaz de competir por títulos. Vencendo e convencendo, a equipe treinada por Domènec Torrent soma onze jogos sem perder, e está empatada na liderança do Brasileirão junto do Internacional.

Leia também: Com números expressivos, Flamengo tem o melhor ataque do Campeonato Brasileiro

Parte dos méritos se devem ao poder que Pedro tem marcar gols. No Campeonato Brasileiro, fez dezesseis partidas, sendo dez como titular. O total de nove gols marcados o coloca na terceira colocação na artilharia da liga, sendo o primeiro do Flamengo. Em partidas que o time não teve uma boa atuação, Pedro era quem aparecia para resolver em diversos momentos. Contra o Goiás, por exemplo, o jogador marcou os dois gols da vitória, sendo o derradeiro aos 51 minutos do segundo tempo.

Na partida mais importante do primeiro turno, contra o Internacional, Pedro foi vital para o Flamengo. Em um primeiro tempo bastante fraco da equipe, com erros individuais nos setor defensivo praticamente entregando gols ao adversário, além de uma falta de poder criativo no meio de campo, foi com um chute de fora da área que Pedro conseguiu marcar o primeiro do rubro-negro.

Conheça: Camiseta Não adianta se queixar

Com a iminente volta de Gabigol, é natural que Domènec teste a saída de algum jogador para a entrada do ídolo, que também é contido de enorme veia artilheira. Gabriel tem cinco gols em nove partidas do Brasileirão, e não joga desde 30 de setembro, quando saiu lesionado na goleada por 4-0 no Independiente del Valle. É inegável que o camisa 9 irá conseguir um espaço como titular, mas resta saber como.

Artilheiro do Flamengo

Atualmente, Everton Ribeiro pode ser visto jogando por dentro pelo lado direito do campo. Antes de lesionar, Gabigol ocupava a mesma zona, jogando de forma móvel, enquanto Pedro centralizava de 9.

Alguém deve sair, mas Everton é o principal jogador do Flamengo, e também não pode ir para o banco. A solução também não seria tirar Vitinho do time, visto que o camisa 11 atua fazendo um jogo entrelinhas, e Gabriel não faria a mesma função.

Domènec terá trabalho, mas apenas para escolher quais craques entrarão no time titular. De qualquer forma, será algo para ajudar o Flamengo na briga pelo título em um caminho longo, mas que pode render bons frutos ao rubro-negro.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Alexandre Vidal / Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs