Veja as notas e análises da vitória com a marca da superação do Flamengo contra o Barcelona de Guayaquil, pela quarta rodada da Libertadores

Notas atribuídas por torcedores da comunidade MRN – Pensar Flamengo

Leia as análises individuais e notas dos jogadores concedidas pelo time de colaboradores do MRN:

Cesar: Sob as traves não teve muito o que fazer. O problema de César é o resto: muito mal nas saídas de bola com o pé, errando até a direção dos bicões, pois nenhum ao menos tentou acertar o nosso grandalhão Pedro. Outro problema é sair do gol, em inúmeros cruzamentos ameaçou sair e ficou pelo meio do caminho. César não é mais garoto e seu tempo de aprendizagem já se foi. Não há mais tempo para altos e baixos. Nota: 5,0.
Por Edson Lira – Twitter: @Edsonjslira

Thuler: Improvisado na lateral direita, se limitou a fazer o básico. Subiu pouco e defendeu sem muitos erros, apesar de ter dado alguns moles na recomposição. Nota: 6,0.
Ramon: Entrou para fazer a lateral esquerda em sua primeira Libertadores foi bem quando exigido. Correu, marcou, dividiu bolas, discutiu e ainda meteu o dedo na cara de um adversário. Não sentiu a pressão e cumpriu seu papel. Nota: 7,0.
Por Miguel Peters – Twitter: @miguelpeters

Rodrigo Caio: O mais seguro de um sistema defensivo totalmente fora de sintonia. Errou algumas saídas de bola, mas, no geral, foi bem. O pior erro dele é não pegar o Lincoln e dar uma boa surra nesse muleque sem sangue… Nota 7,0.
Por Welson Alves – Twitter @welson_fla

Leo Pereira: Teve um ótimo primeiro tempo, estando seguro e firme na marcação. Quem estava com medo de elogiá-lo até aquele momento do jogo estava certo, pois no segundo tempo, caiu de produção, inclusive, falhando feio na marcação sobre Emmanuel Martínez no lance do gol do Barcelona, manchando sua partida e sua nota, que poderia ter sido maior. Nota: 5,0.
Por João Victor – Twitter: @jonvcrf

Renê: Teve boa participação na primeira etapa subindo pouco e protegendo bem o lado esquerdo da zaga. No segundo tempo se mostrou menos seguro dando muito espaço na marcação e falhando em situações de cobertura. Precisar evoluir e chegar mais no apoio, além de melhorar a sua saída de bola. Nota: 6,0.
Por Marcelo Franco- Twitter: @FrancoMarcelo_

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Se você também acredita, clique aqui e torne-se apoiador do MRN.

Arão: Mostrou mais vontade que na partida passada, o que não significa muito. Ficou mais plantado, dando liberdade ao Thiago Maia e principalmente ao Gerson. Morreu no final deixando muitos espaços na intermediária, o que poderia ter comprometido o placar. Nota: 6,0.
Por Vitor Mathura- Twitter: @v_mathura

Thiago Maia: Uma boa atuação do nosso meia, importante na distribuição das jogadas e muito importante na saída de bola. Marcou muito bem o meio-campo do Barcelona e ajudou no ataque em boas tabelas, ora com Arrascaeta, ora com Everton Ribeiro. Cansou como todo o time no final e foi na raça; terminou o jogo extenuado. Nota: 7,0.
Por Marcio Marcondes – Twitter: @mjmarcondes

Gerson: Combativo na marcação e participativo no ataque no primeiro tempo, lembrando o coringa de 2019, no segundo tempo manteve a toada, porém cansou um, ainda assim prendeu bem a bola na frente
Nota 7.0.
Por Marcelo Batista – Twitter: @Antifa_crf

Everton Ribeiro: Muito aberto pela ponta, pouco participou do jogo no primeiro tempo, mas quando participou fez muito bem seu papel com uma bela assistência. No segundo tempo estava irreconhecível, errando até domínio de bola, mas mostrando muita vontade, o que já é muito mais do que vimos no último jogo. Nota: 7,0.
Por Caroline Menezes – Twitter kaka_menezes07

Arrascaeta: Quando ele joga fica difícil não ficar maravilhado com seu futebol. Pensa, organiza, decide e define jogador completo, jogou no ataque, nas entre linhas e aberto fez de tudo. Nota: 9,0.
Por Ricardo Bitencourt- Instagram:@drbitenco

Pedro: Extremamente importante nas movimentações ofensivas do Flamengo, e, mostrou mais uma vez que na Libertadores, tem que se aproveitar das chances que são criadas, o que ele sempre faz muito bem. Nota: 8,5.
Lincoln: Entrou e pouco fez, porém, mais errou do que acertou. Nota: 4,0.
Por: Ighor Lopes- @ighorlps

Domènec Torrent: A torcida já escolheu um culpado por tudo que acontece hoje. Pior, alguns, inclusive, torceram para uma derrota para que o treinador caísse. Hoje não tinha como cobrar muita coisa e mesmo assim o time foi muito bem no 1⁰ tempo. Não tinha opção de trocas, mesmo assim mudou bem ao jogar o Renê para direita e colocando o bom e promissor Ramon. Importante, sobreviveu ao que parecia impossível. Boa vitória! Nota: 7,0.
Por Sérgio Ribeiro – Twitter: @sergioribeiro04

Os artigos assinadas não refletem necessariamente a opinião do MRN, sendo de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Se você também acredita, clique aqui e torne-se apoiador do MRN.

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Conmebol / Divulgação