Compartilhar:

Veja as notas e análises da estreia do Flamengo, contra o Junior Barranquilla, na Libertadores de 2020

Finalmente o Flamengo volta à Libertadores com o status de campeão sul-americano. Com um início de ano arrebatador, onde jpa empilhou os três troféus, os comandados de Jorge Jesus viajaram até a Colômbia para o primeiro jogo da fase de grupos da competição mais importante do continente.

O adversário escolhei a catimba como principal arma. Apesar da vitoria, o Flamengo não foi tão bem. Mas vamos ver o que os nossos comentaristas dizem sobre as atuações desta noite.

Diego Alves: Salvou o time em vários lances que poderia ter nos complicado, não teve culpa no gol. É maravilhoso ter um goleiro seguro e cascudo. Nota: 8.0.
Por Verônica Coutinho – Twitter: @Vevecoutinho

João Lucas: Jogador se mostrou imaturo em algumas jogadas, como na do cartão amarelo, porém fez algumas jogadas em que mereceu elogios, defensivamente foi bem, e quando apoiou mostrou que pode ajudar o elenco nessa jornada que é gigantesca. Nota: 6.5
Por Caroline Menezes – Twitter kaka_menezes07

Gustavo Henrique: O zagueiro pode ser elogiado pelo desempenho no alto, onde é soberano, e também na movimentação para deixar os atacantes impedidos. Porém está pecando algumas vezes na cobertura, tomando seguidas bolas nas costas, e também cometendo erros seguidos com a bola no pé tanto dando chutão quanto saído com a bola pelo chão. Tudo indica que será o reserva de Rodrigo Caio e Léo Pereira. Nota: 6.0.
Por Edson Lira – Twitter: @Edsonjslira

Léo Pereira: Uma partida correta, pegou uma dupla de ataque experiente e se saiu bem, na bola aérea foi muito bem e no combate direto ganhou todas. Ainda tem uma deficiência na saída com bola longa, como Marí fazia, precisa melhorar nesse quesito porque o nosso jogo e saída de bola precisa disso. Nota: 7.5
Por Marcio Marcondes – Twitter: @mjmarcondes

Filipe Luís: Nosso lateral esquerdo fez mais uma partida segura na defesa, isso já virou rotina. Seu lado foi muito atacado pelo adversário, mas Filipe mostrou já estar entrosado com seus novos companheiros na zaga e garantiu a segurança por ali. Quando tinha a bola, apanhou mais que boneco de Judas. Sofreu até mesmo algumas entradas sem bola que o juiz deixou passar. Apesar disso, foi essencial nas nossas subidas pela esquerda. Nota: 7,5.
Por Miguel Peters – Twitter: @miguelpeters

Thiago Maia: Em questão de atuação, não seria injusto dizer que foi o melhor em campo hoje. Dominou o meio de campo. Esteve bem postado ao lado do Léo Pereira e Gustavo Henrique na defesa com uma excelente saída de bola, sereno e seguro, dando bons apoios e se lançando ao ataque quando necessário. Arão (ou Gerson?) que se cuidem, pois Thiago Maia pede passagem. Nota: 8.5 Por Millena Dourado – Twitter: @falconcrf_

Gerson: Longe do seu melhor nível de atuação, perdeu bolas bobas na entrada da área e falhou nas tomadas de decisão. Talvez tenha sentido dificuldade de entrosamento com Thiago Maia, que por sua vez foi muito bem. Não faltou a raça e vontade habituais mas pecou bastante tecnicamente. Nota: 6.5
Por Rafael Albuquerque – Twitter: @R_Albuquerque01

Everton Ribeiro: O Miteiro sempre apronta das suas. Um jogador quase completo, mas tem muita dificuldade para fazer gols, não pera. Que jogador senhores, hoje assim como todo time, fez um jogo abaixo, mas junto com Thiago Maia o melhor em campo, pela direita foi a melhor opção de ataque para o Flamengo, a maioria das jogadas de construção passou por ele e foi contemplado com dois bonitos gols. Nota: 8.0
Por Sérgio Ribeiro – @sergioribeiro04

Arrascaeta: Tem sido muito importante taticamente, ainda acha espaços e passes importantíssimos, lembrando que nosso elenco ainda não está 100%. Nota: 7,0.

Michael: Entrou para dar velocidade pareceu sentir a estréia na libertadores, mas fez o que se espera dele correu correu e deu a assistência para o segundo gol! Claro além dos dribles desconcertantes. Nota: 6.5
Por Ricardo Bitencourt – Instagram: @drbitenco

Vitinho: O invisível que é visível para quem entende de futebol, muitos criticam, mas poucos percebem a efetividade dele, motivado por não ser um jogador que da carrinho a qualquer momento ou sai correndo desenfreadamente só pra mostrar “raça”, mostrou hoje e nos últimos jogos que briga pra jogar, quer mostrar seu futebol e quer seu lugar ao sol, potencial e habilidade? Tem e muita. No jogo, fez um grande jogo, marcando, desafogando, abrindo as defesas, participou do 1 gol de maneira inteligente, no segundo tempo cansou, com esse campo pesado onde a bola pouco corria ainda sim contribuiu na defesa e no ataque, mister está conseguindo evoluí-lo e encontrando a sua posição nesse time. Nota 8,5.

➡ Pedro: Entrou no fim. Sem Nota.
Por Willian Sian – @willian_sian

Gabriel Barbosa: Repetiu o nível de atuação que costumamos a ver em 2019. No primeiro jogo com transmissão na temporada, fez a alegria da nação ao dar um show em campo. No segundo tempo foi mais discreto, até pela parte física que não se encontra 100% ainda. Melhor em campo junto com Bruno Henrique. Nota: 9.0.
Por Marcelo Franco – Twitter: @FrancoMarcelo_

Jorge Jesus: É o melhor técnico do Brasil sem dúvidas, joga junto. Não tá ali só organizando, vendo, mexendo no time.
Sente a partida como se fosse um jogador e age também como torcedor.
Embora tenha sido uma partida abaixo do que nos acostumamos em seu comando, tem crédito. Demorou para tirar o Vitinho, mas num todo foi bem. Nota: 7.0

Por Verônica Coutinho – Twitter: @Vevecoutinho

Compartilhar: