24.8 C
Rio de Janeiro
terça-feira, janeiro 26, 2021

Rivalidade com Gabigol e Diego marca retrospecto de Rogério enquanto goleiro contra atuais jogadores do Flamengo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Pisão em escudo e troca de provocações com Gabigol; confira o histórico de Rogério como goleiro enfrentando atuais jogadores do Flamengo

O novo treinador do Flamengo, Rogério Ceni, foi bem recebido pelo grupo rubro-negro após sua contratação. O primeiro contato foi de muita descontração, com conversas animadas e risos soltos. Mas nem sempre foi assim para alguns ali presentes. Já que alguns dos atuais jogadores do Flamengo um dia foram seus adversários.

Com as luvas penduradas em 2015, o atual comandante do Mais Querido já ficou frente a frente com nove de seus atuais atletas. Diego, Gabigol, Gustavo Henrique, Thiago Maia, Gerson, Pedro Rocha, Éverton Ribeiro, Vitinho e Diego Alves já foram adversários do ex-goleiro artilheiro.

Entre esses, certamente os históricos que mais chamam atenção são os dos camisas 9 e 10 da Gávea. Na época em que ainda era um Menino da Vila, Diego protagonizou marcantes duelos contra Rogério. Já Gabigol chegou ao ponto de trocar provocações verbais com Rogério, logo no seu início de carreira.

Polêmica do escudo e quartas de Brasileirão; os encontros entre Diego e Rogério

Despontando junto com Robinho, Diego comandou em 2002 um Santos cheio de jovens. Por esse motivo, aquela equipe não recebia muita confiança de que poderia ir longe nos torneios que disputasse. No entanto, embalado pelo talento dos Meninos da Vila, o prognóstico inicial caiu por terra.

O último Campeonato Brasileiro com regulamento mata-mata foi conquistado pelo time da Baixada Santista. Mas, até o caminho para o título, alguns duelos entre Diego e Rogério ficaram na memória de quem gosta de futebol.

Ainda na fase classificatória, uma polêmica que rende pano para manga até os dias atuais. Em partida vencida pelo São Paulo, por 3 a 2, um jovem Diego Ribas fez o campo do Morumbi virar um verdadeiro ringue de boxe. Isso porque, após marcar contra o rival, decidiu comemorar o gol em cima do escudo do Tricolor. A confusão estava armada.

Depois de muito corre-corre e troca de agressões, o jogo seguiu para triunfo dos mandantes. Posteriormente, os dois times voltariam a se encontrar nas quartas-de-final. E, dessa vez, Diego levou a melhor. Tanto a ida, quanto a volta, foram vencidas pelo Peixe, com um gol do meia em cada partida.

No geral, Diego e Rogério Ceni se enfrentaram sete vezes, com vantagem considerável do primeiro sobre o segundo. Foram cinco vitórias para o lado de Diego, contra duas de Rogério. O meia marcou três gols em cima do seu atual treinador.

Na íntegra, a confusão causada por Diego após pisar no escudo do São Paulo.

Rivalidade San-São acirrou os ânimos entre Rogério e Gabigol

O elenco do Flamengo, hoje em dia, é repleto de jogadores que já tiveram passagem pelo Santos. Além de Diego, já mencionado na matéria, Gustavo Henrique e Gabigol são outros dois que tem esse detalhe em seus históricos. Assim como o marco de já terem enfrentado Rogério dentro das quatro linhas.

Apesar dos seus 1,96m e potencial no jogo aéreo, o zagueiro nunca balançou as redes da meta defendida pelo ex-arqueiro tricolor. Mas, não se pode dizer o mesmo de Gabigol. Com seu talento nato para marcar, fez de Rogério sua vítima por duas oportunidades. Uma em 2014 e a outra em 2015.

Contudo, o confronto entre Gabigol e Rogério que mais rendeu polêmica foi o primeiro entre ambos. Pouco tempo depois de subir para o profissional, o atacante reclamou ferozmente após uma marcação de pênalti a favor do Peixe ser revertida.

Ao deixar o campo, o atleta de 17 anos mostrou sua insatisfação com a influência exercida pelo goleiro adversário na arbitragem. “É o Rogério que manda no jogo”. Rogério, ao ficar ciente da declaração do seu rival, retrucou. “Se ele disser que mando no jogo, ótimo. Assim ele aprende como se joga”.

Gabigol e Rogério Ceni discutem em clássico; influência de ex-goleiro na arbitragem deixou atacante incomodado.

Dos atuais jogadores do Flamengo, Gustavo Henrique tem o melhor retrospecto contra Rogério

Na primeira vez que o artilheiro marcou contra o mito, jogo válido pelo Brasileirão de 2014, no Morumbi. Com 1 a 0 favorável aos mandantes, o Peixe teve um pênalti a seu favor. Na cobrança, Gabriel, que deslocou Rogério e empatou, aos 41′ do 2º, encaminhando o cotejo para um resultado igualado. Entretanto, um minuto depois, Alexandre Pato fez o tento da vitória para o Tricolor.

No ano seguinte, semifinal da Copa do Brasil. Tanto Gabriel, quanto Gustavo Henrique estiveram em campo nos dois jogos. E no de ida, no Morumbi, o camisa 9 guardou mais uma vez. Essa partida praticamente sacramentou a classificação santista, já que a vantagem conquistada foi ampla (3 a 1).

Ao todo, Gustavo Henrique e Gabigol enfrentaram Rogério cinco vezes cada. O jogador do sistema defensivo é invicto, inclusive, com quatro vitórias e um empate. Já o retrospecto Gabriel-Rogério é estritamente equilibrado. Duas vitórias para cada e um empate.

Histórico de outros integrantes do elenco do Flamengo enfrentando Rogério

Thiago Maia: três jogos pelo Santos, três vitórias (nenhum gol)

Gerson: dois jogos pelo Fluminense, uma vitória e um empate (nenhum gol)

Éverto Ribeiro: um jogo pelo Coritiba, uma vitória (um gol)

Diego Alves: um jogo pelo Atlético-MG, uma vitória (nenhum gol)

Vitinho: um jogo pelo Botafogo, um empate (nenhum gol)

Pedro Rocha: um jogo pelo Grêmio, uma derrota (nenhum gol)

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Divulgação/Twitter

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs