Compartilhar:

A busca por um novo treinador atrapalha os planos de preparação do Flamengo visando a disputa do Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e a Copa Conmebol Libertadores. Caso o novo comandante iniciasse seu trabalho nesta segunda-feira (27), teria 13 dias para preparar a equipe na busca da vitória na estreia do Brasileirão, contra o Atlético-MG – que será no dia 9 de agosto.

Porém, o anúncio do substituto de Jorge Jesus segue sem data para acontecer, e o vice de futebol Marcos Braz, junto com o diretor executivo Bruno Spindel, estão em solo europeu realizando reuniões com diversos técnicos, até escolher o nome ideal.

Assim que chegou ao Flamengo em 2019, Jorge Jesus teve o período de preparação da equipe por um mês, já que o futebol brasileiro estava em recesso para a disputa da Copa América, realizada no país. Neste período, Jesus conseguiu implementar suas ideias de treinamento, jogo, convívio, e ainda realizou um jogo-treino na Gávea contra o Madureira.

Novo técnico

No último sábado, a dupla de cartolas rubro-negros, Braz e Spindel, se reuniram com o espanhol Domenèc Torrent. Na conversa, o Fla ouviu de Torrent suas ideias de jogo e planos profissionais, mas a negociação não ainda não caminhou para uma proposta oficial.

De acordo com informações da jornalista Raissa Simplício, o treinador saiu da reunião sem ter ideia do que Braz e Spindel de fato acharam dele.

Outro espanhol conversou com o Flamengo neste final de semana. No domingo foi a vez de Fernando Hierro, ser entrevistado pela cúpula do clube da Gávea. Hierro comandou a seleção da Espanha no último Mundial, no qual o país foi eliminado pela Rússia nas disputas por pênaltis, ainda nas oitavas de finais. O técnico se entusiasmou com a possibilidade de treinar o Mais Querido, mas sabe que não é a prioridade dos dirigentes do Flamengo.

Créditos de imagem destacada: Divulgação/Flamengo

Compartilhar: