Números do Defensa y Justicia na Libertadores 2021

Banner Adriano Skrzypa

Atual campeão da Copa Sul-Americana e da Recopa, o Defensa y Justicia será o adversário do Flamengo nas oitavas da Libertadores 2021. O clube argentino comandado pelo técnico Sebastián Beccacece terminou a fase de grupos na segunda colocação do grupo A, onde o líder foi o Palmeiras, com nove pontos conquistados.

Retrospecto do Defensa y Justicia contra brasileiros

Desde 2017, o Defensa y Justicia disputou 16 jogos contra equipes brasileiras. No total são seis vitórias, três empates e sete derrotas, resultando em um aproveitamento de 43,75%. No Brasil, o clube argentino já enfrentou São Paulo, Chapecoense, Botafogo, Santos, Vasco, Bahia e Palmeiras.

CompetiçãoJogo
Sul-Americana 2017DyJ 0 x 0 São Paulo
Sul-Americana 2017São Paulo 1 x 1 DyJ
Sul-Americana 2017DyJ 1 x 0 Chapecoense
Sul-Americana 2017Chapecoense 1 x 0 DyJ
Sul-Americana 2019Botafogo 1 x 0 DyJ
Sul-Americana 2019DyJ 0 x 3 Botafogo
Libertadores 2020DyJ 1 x 2 Santos
Libertadores 2020Santos 2 x 1 DyJ
Sul-Americana 2020DyJ 1 x 1 Vasco
Sul-Americana 2020Vasco 0 x 1 DyJ
Sul-Americana 2020Bahia 2 x 3 DyJ
Sul-Americana 2020DyJ 1 x 0 Bahia
Recopa 2021DyJ 1 x 2 Palmeiras
Recopa 2021Palmeiras 1 x 2 DyJ
Libertadores 2021DyJ 1 x 2 Palmeiras
Libertadores 2021Palmeiras 3 x 4 DyJ

Defensa na Libertadores 2021…

Duas vitórias, três empates, uma derrota, além de 11 gols marcados e oito sofridos. Esse foi o desempenho da equipe na fase classificatória. Aliás, vale lembrar que é a segunda participação do Defensa y Justicia na competição.

O clube foi fundado em 1935, mas só passou a disputar torneios oficiais em 1978. Este comemorado retorno à Libertadores veio com a conquista do título da Copa Sul-Americana 2020.

Não deixe de ler: Flamengo x Defensa: Conmebol define datas, horários e emissora que transmitirá os duelos

Além da vaga para a Libertadores 2021, o time comandado por Hernán Crespo, atual técnico do São Paulo, colocou o Defensa como uma força em ascensão no continente.

Assim como o Flamengo, o DyJ não sofreu gol em apenas uma partida (3 x 0 diante do Universitario / 0 x 0 diante da LDU). Até então, o técnico Beccacece não repetiu a escalação da equipe em suas partidas pela competição – houve um surto de Covid no elenco durante a primeira fase.

Apenas dois atletas foram titulares nos seis jogos: o goleiro Ezequiel Unsain e o lateral-direito Matías Rodríguez.

GolsAssistências
4 – Walter Bou2 – Walter Bou, Enzo Fernández e Rotondi
3 – Braian Romero1 – Gallardo, Benítez e Matías Rodríguez
1 – Rotondi, Pizzini, Tripichio e Matías Rodríguez

No quesito gols, a perigosa dupla de ataque formada por Walter Bou e Braian Romero domina o topo da lista. Juntos, os atacantes somam sete gols marcados na atual edição da Libertadores.

Enquanto isso, o meia Enzo Fernández e o atacante Carlos Rotondi, além do próprio Bou, são os líderes no quesito assistências: duas cada um.

Comparação – Flamengo e Defensa y Justicia na Libertadores 2021

QuesitoFlamengoDefensa y Justicia
Vitórias32
Empates33
Derrotas01
Gols marcados e sofridos14 GM e 9 GS11 GM e 8 GS
Jogos sem sofrer gol11
Jogos sem marcar gol10
Desempenho – mandante1 V – 2 E1 V – 1 E – 1 D
Desempenho – visitante2 V – 1 E1 V – 2 E
ArtilheiroGabigol, 6Bou, 4

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Notícias do Flamengo

Blogs