O preço do gigantismo

banner fala torcedor

Por Lael Mendes

Flamengo e Fluminense empataram  em 1×1 ontem na primeira partida da final do Campeonato Carioca de 2021. O empate magro e a superioridade em campo pouco aproveitada pelo time rubro-negro causou reações mistas entre a torcida. 

- Advertisement -

Se olharmos para o retrospecto recente, o Fluminense tem se mostrado o rival estadual que mais nos oferece dificuldades, como na final do ano passado, por exemplo.  Do outro lado da moeda, temos o abismo de investimento entre os dois clubes. O que para alguns é o suficiente para o Flamengo vencer todos os jogos, independentemente de qual seja o adversário.  

Leia também: Mercado Livre lança loja do Flamengo já com nova camisa; saiba como comprar

- Advertisement -

Num cenário de polarização exaustiva, nem tudo se resume entre a turma da crise na Gávea e os passadores de pano. Existe a tão sonhada terceira via, que entende que o resultado apenas atrasou a definição do Cariocão 2021 por mais uma semana, já que os dois clubes precisam definir suas classificações para as oitavas da Libertadores antes de voltarem a se enfrentar para resolverem a parada. 

O jogo em si repetiu a tônica das últimas atuações, Flamengo dominante, porém incapaz de traduzir o domínio em gols. Na parte defensiva, a bola área segue nos tirando o sono e nos fazendo perguntar quando foi a última vez que um de nossos goleiros cortou um cruzamento na nossa área. 

No próximo jogo provavelmente teremos os dois time já classificados na competição internacional e mirando a estreia no Brasileirão. Quanto a nós, estaremos livres de mais um maçante Campeonato Carioca e sua fórmula bizarra que coloca os clubes de divisões subalternas para disputar uma final café com leite. 


Lael Mendes escreve esporadicamente sobre música e Flamengo no Twitter e atualmente participa do canal Floripa Rubro-Negra, sobre torcedores rubro negros.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here