25.8 C
Rio de Janeiro
terça-feira, janeiro 26, 2021

Outubro vermelho e preto: Flamengo passa invicto por maratona de jogos

1 COMENTÁRIO

  1. […] Invicto em todo o mês de outubro, o Flamengo começou mal o mês de novembro. Entre o Halloween e o Dia de Finados, a equipe de Domènec Torrent teve uma atuação digna de filme de terror contra o São Paulo no Maracanã e foi derrotado por 4 a 1. Após a partida, Filipe Luís disse em entrevista na beira do gramado que o São Paulo conseguiu dominar o meio-campo, setor em que o Rubro-Negro sofreu com os desfalques, e o jogo da equipe não encaixou. […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Rubro-Negro disputou nove jogos em 24 dias e conseguiu aproveitamento de 85% no mês, com sete vitórias e dois empates

Uma ‘autêntica loucura’. Foi assim que Domènec Torrent se referiu à intensa sequência de partidas que o Flamengo teria pela frente no mês de outubro. Porém, apesar do desgaste e dos desfalques, o Rubro-Negro conseguiu um bom desempenho, com sete vitórias, dois empates e um aproveitamento de 85,1%. Como resultado, o clube está classificado em primeiro do grupo na Libertadores, empatado com o Internacional em pontos na liderança do Brasileirão e com a vaga para as quartas de final da Copa do Brasil bem encaminhada após vencer o Athletico-PR fora de casa.

Além disso, o estilo de jogo do técnico catalão está sendo melhor assimilado e o desempenho da equipe melhorou, mesmo com as muitas mudanças na escalação. Isso mostra que o time não depende apenas do brilho de três ou quatro jogadores e consegue apresentar um futebol competitivo mesmo com desfalques importantes. Do jogo contra o Athletico-PR no dia 4/10, pelo Campeonato Brasileiro, até a partida da última quarta-feira, 28/10, contra o mesmo adversário pela Copa do Brasil, Dome não repetiu a escalação nenhuma vez.

A volta de Bruno Henrique à boa fase, a magia de Everton Ribeiro, o momento iluminado de Pedro, Natan e o paredão Hugo Neneca se firmando no time… Outubro, definitivamente, foi um mês vermelho e preto.

Relembre a maratona do Flamengo em outubro:

Flamengo 3 x 1 Athletico-PR – Maracanã (4/10) – 13ª rodada

Na primeira partida do mês, o Flamengo precisou jogar bem apenas no segundo tempo para conseguir uma vitória tranquila sobre o rubro-negro genérico do Paraná, com gols de Pedro, Bruno Henrique e Everton Ribeiro.

O time entrou em campo com: Hugo; Isla, Noga, Natan e Filipe Luís (Ramon); Arão, Gerson, Vitinho (Everton Ribeiro), Arrascaeta (Diego), Bruno Henrique (Michael) e Pedro (Lincoln).

Flamengo 3 x 0 Sport – Maracanã (7/10) – 14ª rodada

Contra o Sport, no Maracanã, o verdadeiro campeão de 87 mais uma vez não foi bem no primeiro tempo e, de novo, acordou na segunda etapa. Com dois gols do artilheiro Pedro e um de Gustavo Henrique, a vitória veio sem muito esforço.

O time entrou em campo com: Hugo; Isla, Gustavo Henrique, Natan e Filipe Luís (Renê); Thiago Maia, Arão, Gerson (Matheuzinho), Diego (Pepê), Bruno Henrique (Vitinho) e Pedro (Lincoln).

Vasco 1 x 2 Flamengo – São Januário (10/10) – 15ª rodada

O Vasco ainda estava acordando da ilusão com a parte de cima da tabela e o Flamengo fez seu papel de ajudar a trazer o rival para a realidade. Eles até saíram na frente, mas o Rubro-Negro está em outro patamar e virou o jogo no segundo tempo, com gols de Léo Pereira e Bruno Henrique.

O time entrou em campo com: Hugo; Matheuzinho, Gustavo Henrique, Léo Pereira e Filipe Luís; Thiago Maia, Arão, Gerson (Michael), Diego (Vitinho), Bruno Henrique (Lincoln) e Pedro.

Flamengo 2 x 1 Sport – Maracanã (13/10) – 11ª rodada

A maratona de jogos começou a pesar mais e o Flamengo tomou um susto logo no início com o gol de Vinícius Lopes. Mesmo desgastado e saindo atrás no placar, o Rubro-Negro lutou, bombardeou a meta do Goiás e conseguiu a virada com dois gols de Pedro, um deles nos acréscimos do segundo tempo.

O time entrou em campo com: Hugo; Matheuzinho, Gustavo Henrique, Natan e Filipe Luís; Thiago Maia, Arão, Michael, Gerson (Lincoln), Bruno Henrique e Pedro.

Flamengo 1 x 1 Red Bull Bragantino – Maracanã (15/10) – 16ª rodada

A sequência de jogos cobrou seu preço e o Flamengo fez seu pior jogo no mês na estreia do novo terceiro uniforme. Após sofrer um gol aos dez segundos do segundo tempo, o Rubro-Negro foi buscar o empate com Lincoln, mas o resultado não foi suficiente para assumir a liderança do Brasileirão, como a torcida esperava.

O time entrou em campo com: Hugo; Isla, Matheus Thuler, Léo Pereira e Renê; Thiago Maia, Arão (Gerson), Everton Ribeiro (Bruno Henrique), Diego, Lincoln e Pedro (Vitinho).

Corinthians 1 x 5 Flamengo – Neo Química Arena (18/10) – 17ª rodada

Se na rodada anterior o time não foi bem, contra o Corinthians a equipe de Dome teve a melhor exibição do mês. Em tarde inspirada, o Flamengo aplicou um histórico 5 a 1 no alvinegro paulista em Itaquera. Everton Ribeiro, Vitinho, Natan, Bruno Henrique e Diego fizeram os gols.

O time entrou em campo com: Hugo; Isla, Gustavo Henrique (Noga), Natan e Filipe Luís; Thiago Maia (Arão), Gerson, Everton Ribeiro (Ramon), Vitinho (Diego), Bruno Henrique e Pedro (Lincoln).

Flamengo 3 x 1 Junior Barranquilla – Maracanã (21/10) – Libertadores (6ª rodada)

Classificado com antecedência para as oitavas de final, o Flamengo precisava apenas de um empate para garantir o primeiro lugar do grupo A. O técnico Domènec Torrent resolveu poupar muitos jogadores e, mesmo assim, o Flamengo fez um grande jogo contra o time colombiano e venceu com facilidade, com gols de Thuler, Lincoln e Bruno Henrique.

O time entrou em campo com: César; Matheuzinho, Thuler (Noga), Léo Pereira e Renê; Arão (João Gomes), Diego, Michael, Vitinho (Lázaro), Bruno Henrique (Ramon) e Lincoln.

Internacional 2 x 2 Flamengo – Beira-Rio (25/10) – 18ª rodada

O duelo valia liderança isolada do Brasileirão e entregou a emoção que prometia. O Inter começou sufocando o Flamengo e terminou o primeiro tempo na frente do placar, com gols de Abel Hernández e Thiago Galhardo, com falhas de Isla e Gustavo Henrique. Pedro fez um belo gol e manteve o Rubro-Negro vivo na partida. No segundo tempo, o Flamengo cresceu, o time gaúcho recuou e, após algumas chances perdidas, Everton Ribeiro fez o gol de empate nos acréscimos e manteve as equipes com a mesma pontuação na ponta da tabela.

O time entrou em campo com: Hugo; Isla, Gustavo Henrique, Natan e Filipe Luís; Thiago Maia, Arão (Michael), Everton Ribeiro, Vitinho (Lincoln), Gerson e Pedro (Léo Pereira).

Athletico-PR 0 x 1 Flamengo – Arena da Baixada (28/10) – Copa do Brasil (Oitavas de final)

No jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o Flamengo fez um bom primeiro tempo e abriu o placar com gol de Bruno Henrique. Na segunda etapa, o Athletico imprimiu um ritmo muito forte e tentou se aproveitar do desgaste do Rubro-Negro carioca, mas não contava com a atuação espetacular de Hugo Neneca, que pegou tudo, até um pênalti cobrado por Walter.

O time entrou em campo com: Hugo; Isla, Noga, Léo Pereira e Filipe Luís (Renê); Thiago Maia, Arão (Michael), Everton Ribeiro, Vitinho (Daniel Cabral), Bruno Henrique e Pedro (Gustavo Henrique).

Gostou desse conteúdo? Nós acreditamos ser possível falar sobre o Flamengo com qualidade. Seja nosso apoiador!

*Créditos da imagem destacada no post e nas redes sociais: Divulgação/Flamengo

Notícias do Flamengo

- Advertisement -

Blogs